Um dos maiores nomes do #Basquete norte-americano e mundial irá abandonar as quadras na noite desta quarta-feira (13). Kobe Bryant, uma lenda viva do esporte, fará a última partida de sua carreira aos 38 anos de idade, defendendo as cores do Los Angeles Lakers, no Staples Center, frente ao time do Utah Jazz.  

Dentro de quadra, o espetáculo está garantido pelo simples fato de um dos maiores ídolos vivos do esporte estar desfilando todo seu talento para os amantes da bola laranja. Fora das quadras, o evento é realmente digno de Hollywood.

A luta pelos ingressos foi grande, e não poderia ser diferente, tamanha a importância do momento.

Publicidade
Publicidade

Mas o site que comercializou os ingressos para esta partida estava vendendo os bilhetes para o jogo com preços de tirar o fôlego.

O ingresso mais “acessível” custa 650 dólares (aproximadamente R$ 2.400,00), enquanto o mais caro vale 500 mil dólares (cerca de R$ 1,8 milhão de dólares).

Por sua vez, a franquia dos Lakers não vai faturar pouco. Os itens que foram colocados à venda para este jogo especial vão de chapéus roxos de casimira, com pele de cobra dourada e diamantes amarelos, que custará 24 mil dólares (88 mil reais aproximadamente), até bonés com o número da camisa de Kobe (24), feito com quase um quilo de ouro, que custará por volta de 30 mil dólares (cerca de 140 mil reais). Camisa de jogo, também com pele de cobra, custará US$ 824 (cerca de 3 mil reais), mesmo valor de uma jaqueta de couro com uma placa que fará referência a carreira de Kobe.

Publicidade

Coisas de norte-americano, que conseguem transformar tudo num enorme show.

A carreira de Kobe Bryant

O ala-armador é considerado um dos maiores nomes do basquete. Kobe foi um dos poucos atletas a serem escolhidos no draft direto do High School para a liga norte-americana.

Ele levou os Lakers a conquistarem três títulos seguidos, ao lado de Shaquille O’Neal, nos anos de 2000, 2001 e 2002. Na época, o time de Los Angeles era treinado por Phil Jackson.

Foi cestinha por duas temporadas seguidas da NBA (2005/2006 e 2006/2007), quebrando diversos recordes pessoais e da liga. Dentre esses recordes, vale ressaltar o obtido na partida frente o Toronto Raptors, em 2006, quando anotou em uma única partida 81 pontos.  

Foi a segunda maior pontuação de todos os tempos, ficando atrás dos 100 pontos de Wilt Chamberlain, de 1962.

Kobe Bryant foi MVP (jogador mais valioso da temporada) em 2007/2008, levando os Lakers aos playoffs. O título não veio, mas ele conquistou a medalha olímpica em Pequim no mesmo ano.

Publicidade

No ano de 2009, Bryant conquistou o título da NBA pelos Lakers, e também foi o MVP das finais contra o Orlando Magic. No ano seguinte, se tornou o maior pontuador da história dos Lakers. E ainda em 2010, conquistou mais um campeonato sobre o maior rival, o Boston Celtics. De quebra, levou o segundo MVP das finais.

Definindo Kobe Bryant

Há quem diga que Magic Johnson foi o maior de todos. Outros defendem Michael Jordan. O que dizer então sobre esta frase de Magic Johnson? – “Ele é o mais próximo de Michael Jordan que nós vimos”. #Entretenimento