Sem Dudu, o autor do gol na vitória contra o rival Corinthians, e o volante Arouca, o #Palmeiras embarcou para a Argentina, para o jogo decisivo contra o Rosario Central, nesta quarta-feira, às 21h45. O time argentino ocupa a segunda posição no grupo 2, com sete pontos, e manda a partida no estádio Gigante de Arroyito, que deverá ter lotação máxima, com cerca de 40 mil torcedores. Enquanto o Nacional, do Uruguai, lidera o grupo, com oito, o Palmeiras tem apenas quatro pontos ganhos e somente a vitória poderá dar fôlego ao time. A partida, crucial para a sequência palmeirense na #Libertadores, terá a transmissão, ao vivo, do canal pago Sportv.

Publicidade
Publicidade

Uma vitória por dois gols inverte a situação crítica e deixa o Verdão na vice liderança. A derrota, no entanto, será trágica. Após dois bons resultados no Paulistão, perder na Argentina significa a eliminação precoce da Libertadores. Já uma vitória simples do Rosario Central dá a classificação antecipada às oitavas de final para os argentinos.  

Para deixar o jogo mais dramático, o Rosario ostenta uma campanha invejável em seu estádio, onde não perde desde novembro de 2014. O técnico Eduardo Coudet comanda o time há 49 jogos, com 27 vitórias, 16 empates e somente seis derrotas.         

No lugar de Arouca, Cuca deverá colocar Matheus Sales, suspenso do jogo do último domingo. O técnico continua apostando no bom futebol dos atacantes Alecsandro e Gabriel Jesus para manter a fase ascendente da equipe.

Publicidade

O time titular terá: Fernando Prass, Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo, Egídio, Gabriel, Matheus Sales, Robinho, Zé Roberto, Alecsandro e Gabriel Jesus. 

Na escalação do Rosario Central, um nome conhecido do torcedor brasileiro: o centroavante Herrera, que defendeu Corinthians, Grêmio, Botafogo e Vasco. O time argentino enfrenta o Palmeiras com: Sebastián Sosa, Víctor Salazar, Donatti, Pinola, Pablo Álvarez, Cervi (Walter Montoya), Musto, José Luis Fernández, Lo Celso, Herrera e Marco Ruben.

O trio de arbitragem para Palmeiras x Rosario Central é equatoriano. O juiz principal será Roddy Zambrano, auxiliado por Byron Romero e Christian Lescano. #Copa Libertadores 2016