O descontentamento de alguns jogadores importantes do Sporting surge em uma altura crucial na temporada para a equipe. Tal como informa o portal “Sport Day”, Aquilani, um dos jogadores mais utilizados e mais caros do plantel sportinguista, garante estar descontente no clube português, procurando no Panathinaikos algo que o Sporting não consegue dar: um papel de autêntico destaque no time, bem como um possível aumento salarial. O clube grego está muito interessado no jogador pela possibilidade de sair a um preço barato, devido ao descontentamento recentemente demonstrado.

A atualidade do Sporting, ao contrário do que podia esperar, por estar finalmente lutando pelo Campeonato Português até ao fim, é muito complicada, quer em termos financeiros mas também na gestão do seu plantel.

Publicidade
Publicidade

Aquilani, uma das maiores apostas de Jorge Jesus na presente temporada, está forçando a sua saída, expondo mais uma vez um podre do clube: o investimento pouco controlado em vários jogadores acima dos trinta anos, que acabaram por não provar o seu valor.

Titular, sobretudo nos primeiros jogos da Liga Portuguesa, Aquilani rapidamente passou por dificuldades no plantel do Sporting, apesar de ser sempre considerado uma das peças fundamentais do sucesso recente do clube português. Ainda assim, e em uma fase em que o Sporting tem necessidade urgente de vender os seus jogadores para conseguir sobreviver financeiramente, Aquilani pode mesmo ser um dos primeiros craques a abandonar o clube no princípio da próxima temporada.

Apesar dos vários problemas que têm sido tornados públicos ultimamente, a verdade é que o Sporting joga hoje, contra o rival FC Porto, o jogo mais importante da temporada, o qual é obrigado a vencer, caso ainda queria lutar até o fim  contra o Benfica, pelo título de campeão português.

Publicidade

Caso o Sporting não consiga cumprir com nenhum dos objetivos propostos em agosto de 2015, as mudanças de plantel e talvez de time técnico parecem ser cada vez mais seguras. Nas redes sociais, os sportinguistas garantem que não querem apoiar jogadores que publicamente revelem podres internos do seu time. #Negócios #Futebol Internacional