Apesar da boa temporada do Benfica, a verdade é que o clube pode estar prestes a perder uma das principais referências no setor defensivo: o titular Eliseu. Tal como informa a imprensa espanhola, que garante que o jogador pretende ir para o Málaga na próxima temporada, Eliseu está a poucos meses de se tornar um jogador livre e sem contrato, sendo que a partir de julho já poderá escolher o clube onde quer continuar a sua carreira. Nas redes sociais, os benfiquistas garantem estar chocados por o clube permitir que um dos seus titulares indiscutíveis possa sair a custo zero do time.

Muito contestado e criticado pelos rivais, principalmente do FC Porto e do Sporting, a verdade é que o zagueiro Eliseu já demonstrou várias vezes na presente temporada que tem um papel decisivo no clube, mesmo que por vezes cometa alguns erros defensivos, sobretudo a falta de velocidade que já começa faltando ao jogador português de 32 anos.

Publicidade
Publicidade

Ainda assim, e em uma altura em que o Benfica já se prepara para a saída de alguns dos seus titulares por muitos milhões para os grandes clubes europeus, a verdade é que a perda de Eliseu, sobretudo a custo zero, é considerado pela torcida benfiquista uma falha grave da direção do clube, que alegadamente tem tentado de tudo para conseguir renovar o contrato do atleta, mas que ele parece estar decidido em deixar o clube português para voltar para Espanha, ao serviço do Málaga, como garante a imprensa espanhola.

Contudo, e depois da eliminação da Liga dos Campeões contra um dos melhores times do mundo, o Bayern de Munique, a verdade é que o Benfica ainda está lutando pela conquista do Campeonato português, sendo que essas incertezas quanto ao futuro de um dos seus principais jogadores pode acabar prejudicando as suas performances até ao final da temporada.

Publicidade

Conseguirá o Benfica convencer o seu jogador para renovar, algo que é apoiado pela maioria dos benfiquistas que consideram o Eliseu um jogador que dignifica o símbolo do clube? O dinheiro parece ser o fator decisivo para não deixar fugir um dos maiores ativos do time. #Negócios #Futebol Internacional