Desde o começo de 2015, o #Palmeiras é o time que mais contratou no Brasil disparadamente. Segundo levantamento, já foram mais de 70 (setenta) atletas contratados sob a gestão do executivo Alexandre Mattos. 

Desse número, mais de 50% não estão mais no Palmeiras. E mais alguns devem sair. Fellype Gabriel, por exemplo, atuou em apenas uma partida e deve ser negociado. O Botafogo-RJ, seu ex-clube, deve fechar negócio até a semana que vem. Se não der certo, Gabriel deve vestir a camisa do Criciúma. Quando Mattos fechou com o atacante Róger Guedes, foi prometido a ida de cinco atletas palmeirenses para Santa Catarina. Nathan e Régis são outros dois atletas que devem migrar.

Publicidade
Publicidade

Rodrigo, que veio do Goiás, ainda não estreou e nem deve estrear. O jovem atleta está conversando com o Londrina e deve ser negociado. 

Cristaldo

O atacante argentino recebeu mais propostas para deixar o Palmeiras. Uma reunião, na próxima semana, pode definir sua saída ou selar a sua permanência. Machucado, o jogador ainda não teve grandes chances no ano e, provavelmente, nem deve ter. O técnico Cuca gosta de Alecsandro e aprova as eminentes entradas de Barrios e Rafael Marques na equipe quando necessário. 

Torcida única?

Conselheiros do grupo "Somos Palmeiras" protocolaram carta na secretaria do Palmeiras endereçada à Antônio Augusto Pompeu de Toledo, presidente do Conselho Deliberativo. O teor do documento pede que Paulo Nobre, presidente do clube, lute contra a torcida única. No domingo, no clássico entre Santos e Palmeiras, na Vila Belmiro, torcedores alviverdes estão proibidos de entrar no estádio rival. 

Alguns jogadores também contestam a preferência de Nobre nesse caso.

Publicidade

Eles afirmam que ter parte da torcida no estádio ajuda na busca pelo resultado. Com torcida única, a totalidade dos torcedores serão alvinegros e a situação do Palmeiras fica um pouco mais delicada. 

Existe a possibilidade de uma grande final entre Palmeiras x Corinthians. Para isso, os corintianos precisam vencer o Osasco Audax e os palmeirenses eliminarem o Santos. Confirmando a finalíssima entre os dois grandes rivais, a segunda e decisiva partida será em Itaquera sob mando do Corinthians. 

  #Futebol