O técnico Tite decidiu barrar Cássio da equipe titular, assim, ficará no banco de reservas diante do Vitória, neste domingo (22), na Bahia. A notícia esquentou os bastidores do Timão, já que o atleta não concorda com os argumentos de seu treinador.

Em entrevista nesta sexta-feira, Tite ressaltou que Walter vive um melhor momento e que para não ser injusto tem que dar continuidade. O treinador ainda falou que no ano passado, o goleiro conseguiu boas atuações na meta corintiana e demonstrou sua qualidade diante do Grêmio na primeira rodada do #Campeonato Brasileiro.

Insatisfeito, Cássio conversou com pessoas próximas, relatando que a justificativa do técnico foi estranha, segundo o Globo Esporte.

Publicidade
Publicidade

Vale lembrar que o goleiro foi liberado pelo Timão no confronto contra o clube gaúcho no domingo passado, pois sua avó veio a óbito e teve que viajar para o Rio Grande do Sul, onde aconteceu o enterro. Ainda em sua entrevista no CT, Tite revelou que Cássio seria o titular da equipe naquela partida, mas, com o imprevisto, acabou perdendo a vaga para Walter.

Para tomar essa decisão radical, Tite procurou o preparador de goleiros, e Mauri Costa deu a autorização ao técnico para fazer a mudança. Cássio treinou normalmente e não quis levantar questionamentos sobre a situação. Já Walter treinou junto com o time titular ensaiando alguns lances com bola parada.

Membros da comissão técnica alvinegra chegaram a um conceito e entenderam que o goleiro começou a errar muito em momentos decisivos. Tite e seus comandados, avaliaram que Cássio falhou contra a Ponte Preta, Palmeiras, Nacional e Audax.

Publicidade

Por sua vez, o goleiro não concorda com as palavras do treinador e assume ter errado apenas contra a Ponte Preta, no gol marcado por Felipe Azevedo, mas não assume culpa nas partidas que marcaram as eliminações do #Corinthians no Paulistão e na Libertadores. Nas redes sociais, os torcedores corintianos não perdoaram o goleiro após tomar 2 gols do Grêmio Osasco Audax na semi-final do Campeonato Paulista, ambos os gols foram de fora da área.

Agora, o futuro do goleiro campeão mundial e também da Libertadores está incerto e se chegar alguma proposta no meio do ano, o atleta deve deixar o Corinthians de imediato. No início deste ano foi constatado que o goleiro já estaria acertado com o Besiktas, mas a diretoria corintiana o convenceu a ficar. Recentemente renovou seu contrato até o final de 2019. #PaixãoPorFutebol