Quase cinco anos depois de sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante uma partida do Campeonato Brasileiro, o técnico Ricardo Gomes volta a disputar a competição neste domingo, 15 de maio. Após recusar no início da semana uma proposta do Cruzeiro, ele vai comandar o #Botafogo, que enfrenta o São Paulo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O jogo, válido pela primeira rodada, marca também o reerguimento do clube da Estrela Solitária. O alvinegro está de volta à Série A depois de uma temporada na Segunda Divisão.

A partida estabelecerá duas outras marcas na carreira de Ricardo Gomes. Ele vai completar 100 jogos na direção de um clube na divisão de elite do futebol nacional.

Publicidade
Publicidade

Ainda fechará o "Grand Slam", dirigindo os quatro grandes do Rio no torneio.

Ricardo Gomes teve sua primeira experiência no Brasileirão em 2004 no comando do Fluminense, clube do qual se tornou ídolo como zagueiro. Não conseguiu completar o torneio no Tricolor. Foi demitido depois de 24 jogos (aproveitamento de 44,4%). Mas, na mesma edição, foi dirigir o rival Flamengo, onde ficou por 13 partidas (41%).

Treinador teve melhor fase no Vasco, antes do problema de saúde

Depois de experiência no exterior (Benfica, em Portugal, e Paris Saint-Germain, na França), voltou a atuar no Brasileirão justamente no São Paulo, seu rival na primeira rodada da competição na edição 2016. No Tricolor Paulista, foi treinador nas temporadas 2009 e 2010 (nenhuma delas inteira), antes de voltar para o Rio de Janeiro.

Publicidade

No Vasco, teve seu melhor desempenho. Com aproveitamento de 61,4% em 19 partidas, precisou interromper a carreira em seu melhor momento ao sofrer, durante a partida contra o Flamengo (0 a 0), em 28 de agosto de 2011, o AVC.

Em 99 partidas por quatro times, Gomes tem aproveitamento de 52,5% com 156 pontos conquistados. Em casa, esse número sobe para 70,8%. Fora, cai para 35,3%. Seus times marcaram, em média, 1,4 gol/jogo e sofreram 1,2 tento/confronto.

Ele assumiu o comando do Botafogo no ano passado, quando o clube ainda estava na Série B. Foi campeão da Segunda Divisão com o clube e vice-campeão Carioca na temporada 2016. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol