Foi de festa este final de semana para os torcedores do Benfica. A equipe foi campeã no futebol, ganhando o campeonato na última jornada. Mas também no hóquei sobre patins, a equipe viveu um momento único. Pela primeira vez, uma equipe foi campeã nacional e europeia no mesmo final de semana. Mas, se o campeonato de Portugal não levantou questões, o Europeu está sendo bem contestado. 

O clima é de festa e euforia na nação benfiquista. Após terminar a partida de futebol Benfica contra Nacional, que  o Benfica venceu por 4 a 1, ganhando o campeonato, os torcedores saíram na rua para comemorar o tricampeonato. São já três anos seguidos que o Benfica leva celebrando, deixando para trás Sporting e FC Porto.

Publicidade
Publicidade

Neste domingo, mais do que o futebol, também foi celebrado o hóquei sobre patins. 

Uma modalidade histórica do clube que nesse domingo conquistou, pela segunda vez na sua história, o troféu mais importante de clubes, a Liga Europeia. A final a quatro foi jogada no pavilhão da Luz, em Lisboa, e o Benfica viveu um final de semana de sonho. No sábado, eliminou o Barcelona, nos pênaltis. Enquanto jogava, ficou sabendo que o rival pelo título, o FC Porto, tinha empatado com o Valongo, e o Benfica foi logo aí campeão de Portugal. No domingo, venceu a Oliveirense, também de Portugal, por 5 a 3. Foi a primeira vez que a equipe de Oliveira de Azeméis chegou em uma final da Liga Europeia mas não leva boa recordação. 

Treinador da Oliveirense com "vergonha" do hóquei

No final da partida, Tó Neves, o treinador da Oliveirense, era a imagem do desalento.

Publicidade

"Saio daqui envergonhado da minha modalidade", foram as palavras de Tó Neves, por causa de uma arbitragem que teria prejudicado a sua equipe. Ao intervalo, a Oliveirense, estava ganhando por 3-2, após um primeiro tempo fantástico, muito bem disputado pelas duas equipes. No segundo tempo, tudo mudou. 

O Benfica procurou mais virar o resultado mas os árbitros franceses acabaram influenciando o encontro. Primeiro, quando mostraram dois cartões azuis para jogadores da Oliveirense, ficando a equipe jogando com apenas três jogadores, contra cinco do Benfica, até que o Benfica marcasse novamente. Quando já vencia por 4 a 3, novo cartão azul polêmico para a Oliveirense e o Benfica acabaria marcando novamente, contra a Oliveirense que estava de cabeça perdida. 

No final, toda a equipe da Oliveirense saiu de campo e se recusou a receber as medalhas do segundo lugar. Nem assistiram a entrega da taça para o Benfica. Na página do facebook, a Oliveirense lamentou que a equipe de arbitragem não fosse do mesmo nível que os dois finalistas da prova europeia. #Resenha Esportiva