Para que servem os Campeonatos Estaduais no futebol brasileiro?

Ouço essa pergunta com frequência. Por culpa da incompetência de gerações e gerações de dirigentes, a resposta costuma ser, muitas vezes, pessimista. Os Estaduais atrapalham os clubes, já que o calendário do futebol no Brasil é ultrapassado e pune quem tem sucesso e, consequentemente, joga mais vezes. Muito diferente do futebol europeu. Concordo com a tese e sou um defensor dela. Mas, após as decisões país afora neste fim de semana, acrescento mais um item, neste caso, otimista: os Estaduais servem para que a mais saudável das rivalidades volte a fazer parte do sisudo dia a dia dos torcedores.

Publicidade
Publicidade

Dois casos me fizeram voltar no tempo, numa viagem para épocas mais alegres, menos politicamente corretas, quando era possível rir das provocações de Túlio Maravilha, Viola, Paulo Nunes, Romário, Renato Gaúcho, Vampeta, Edílson...

Inter

Em Porto Alegre, Eduardo Sasha marcou o primeiro gol do Internacional na decisão contra o Juventude. Na comemoração, o atacante fez o Beira-Rio delirar ao provocar o rival #Grêmio, dançando uma valsa agarrado à bandeira de escanteio. Sasha lembrava as brincadeiras dos torcedores, nos últimos dias, sobre o fato de o Tricolor Gaúcho não conquistar um título nacional relevante há 15 anos. Sasha dançou uma valsa, como faria em um baile de debutantes. Sucesso garantido nas redes sociais e foto na capa dos principais jornais e sites esportivos!

Coritiba

Em Curitiba, o atacante Walter, do Atlético Paranaense, preferiu provocar o Coritiba na entrevista pós-jogo.

Publicidade

O jogador, famoso por atuar quase sempre acima do peso, usou o microfone das emissoras de rádio e TV para alfinetar o rival, assumindo também o seu lado "guloso", um tabu para o próprio jogador.

"- Hoje estou liberado, posso comer cinco coxinhas" - disse Walter, autor do primeiro gol no jogo de domingo, encerrando jejum de gols iniciado no dia 7 de novembro de 2015.

Coxa é o apelido do Coritiba, derrotado pelo Atlético-PR por 5 a 0 na soma dos dois jogos decisivos do Estadual.

Viva a rivalidade saudável no futebol! #Sport Club Internacional #PaixãoPorFutebol