A principal liga de #Basquete do mundo, a NBA, já entrou no clima olímpico, inaugurando a NBA House – espaço olímpico que se instalará entre os dias 12 e 21 de agosto, no Cais do Porto, na capital carioca. A inauguração da NBA House é uma iniciativa da NBA em parceria com a Cisco. O espaço temático promete levar um pouco da grande liga de basquete às Olimpíadas. E, por que não, levar um pouco do espírito olímpico contagiante na bagagem de volta aos Estados Unidos.

A cerimônia teve realização no Museu do Amanhã, e contou com a participação dos astros da #Seleção Brasileira de Basquete, Raulzinho e Nenê. O assunto não poderia ser outro senão a participação do Brasil, no Basquete Olímpico.

Publicidade
Publicidade

Os dois jogadores participaram de uma coletiva de imprensa, e apresentaram um interessante debate com jornalistas que estavam presentes.

O jogador dos Washington Wizards, Nenê, declarou confiança e certeza de uma boa participação do Brasil nos Jogos Rio-2016. Segundo ele, apesar das complicadas seleções que o Brasil terá pela frente (Espanha, Argentina, Lituânia e Nigéria estão na chave), Nenê acredita que o ótimo grupo brasileiro terá plenas condições de excelentes resultados. Os Jogos de Londres-2012, e o Mundial em 2014, mostraram a força do grupo e a competitividade da Seleção.

A principal ausência está por conta de Thiago Splitter, lesionado e sem qualquer chance de recuperação a tempo dos Jogos. Segundo Nenê, Splitter é uma grande baixa, porém, é a chance de outros grandes jogadores aparecerem e agarrarem a oportunidade.

Publicidade

Ao finalizar, Nenê ressaltou que, fisicamente, está em melhores condições do que em Londres-2012, quando jogou com uma lesão na sola do pé.

Já Raulzinho, jogador do Utah Jazz, concordou com inúmeras posições de Nenê, principalmente no que concerne à conquista de medalhas. A confiança no talento do grupo, segundo ele, é a chave para um ótimo resultado nos Jogos Rio-2016. A experiência adquirida de outras competições, segundo Raulzinho, serão um diferencial de um grupo mais maduro, mais competente e mais competitivo.    #Rio2016