O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) recebeu um pedido oficial de uma autoridade esportiva australiana solicitando que Scott Volkers, técnico de natação, seja sumariamente impedido de participar dos Jogos olímpicos no Rio de Janeiro.

No inicio da década de 2000, ele foi afastado de suas atividades com crianças e adolescentes na Australia, depois que três nadadoras o acusaram de tê-las abusado sexualmente. Os abusos teriam acontecido nos anos 80. Volkers é largamente conhecido por toda equipe de natação, tendo inclusive treinado o campeão brasileiro Tiago Souza e outro não menos conhecido, Cesar Cielo. Ele nega todas as acusações e se diz injustiçado.

Publicidade
Publicidade

Procurado pela BBC Brasil para dar maiores informações, ele preferiu o silêncio.

O profissional já enfrentou a justiça australiana, porém seu processo foi arquivado por alegação do tribunal que não haviam provas que o incriminassem. Depois disso, Volkers vem enfrentando dificuldades para trabalhar.

Carlos Arthur Nuziman, presidente do Comitê Olímpico da #Rio2016, garante que a carta que recebeu de Johan Coates, representante de instituição esportiva australiana, não é somente um pedido de afastamento do técnico, ele sugere que o profissional seja 'expulso da profissão'. Coates também anexou à carta copia de documento onde o governo da Austrália faz duras críticas à justiça de seu país. 

De acordo com as leis da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos(CBDA), Volkers pode disputar uma vaga como treinador olímpico, isto porque ele classificou vários atletas para a Rio2016, mas conforme apurou a BBC Brasil, seu cargo pode estar ameaçado por conta da polêmica que o caso vem gerando.

Publicidade

O treinador australiano mora no Brasil há cinco anos e trabalha no Minas Tênis Clube e Seleção Brasileira. o clube para o qual ele trabalha garante que entrevistou todos os pais de alunos e recebeu deles um voto de confiança.

Em 2014, o australiano disse ao jornal The Courier Mail que 'era uma pessoa normal' e podia visitar seu país quando quisesse, mas logo após foi barrado pelas autoridades da Austrália de participar de um torneio internacional de natação. #Comportamento