Maior grupo de televisão dentro do mercado brasileiro, a Rede Globo virou alvo de investigação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Isso porque o órgão público, que vem trabalhando desde o último mês de março, acatou um pedido de outras emissoras para averiguar a essência dos contratos exclusivo de transmissão dos principais eventos esportivos por parte da "Vênus Platinada" e estuda a abertura de um processo.

Sob a ordem de número 0800.000721/2016-18, o trabalho realizado até o momento indica que existem suspeitas de terem havido irregularidades e infrações das Organizações Globo no aspecto da livre concorrência dos direitos de transmissão.

Publicidade
Publicidade

Segundo as emissoras, esse monopólio é inaceitável. Tal "pacote" proporcionaria exclusividade tanto para a TV aberta, quanto ao serviço de TV por assinatura, sem contar a exibição pela internet.

Outro ponto de questionamento da CADE é o horário imposto pela Globo para os jogos de futebol, especialmente aqueles realizados nas noites de quartas. Para o órgão, o fato de a emissora obrigar que as partidas, as quais deseja transmitir, só comecem depois da novela da 20h fere os direitos do torcedor, pois, se quiserem comparecer os estádios, só conseguiriam usar transporte público em horário ingrato, ou seja, depois da meia-noite.

Na tarde de quarta, membros do Conselho emitiram um comunicado dizendo que, por enquanto, estão na fase de recolher informações. No entanto, não descartam a possibilidade de o procedimento preparatório virar um inquérito administrativo.

Publicidade

Personagem principal do caso, a Globo também se pronunciou de maneira oficial. Segundo a sua diretoria, por intermédio do GCom, essas consultas não significam a existência de um inquérito ou processo administrativo, mas acredita que exista a concorrência dentro do mercado, significando, dessa maneira, um maior ganhos aos maiores interessados: os clubes de futebol. Para concluir, a emissora lembrou que todas as informações solicitadas vem sendo retransmitidas para esclarecer o CADE. #Justiça #Rede Globo #PaixãoPorFutebol