O maior patrimônio de cultura do Brasil não poderá ficar de fora do maior evento esportivo do mundo, as Olimpíadas, que será no Rio de Janeiro. O mundo inteiro estará voltado para a cidade do samba nos próximos meses, e no dia 5 de agosto, que será a data do show de abertura dos Jogos Olímpicos, a cidade do Rio terá a missão de mostrar ao mundo como ela é de verdade, e representar muito bem o Brasil. Saiba como vai ser abertura!

Como os cariocas amam o samba, assim como o país inteiro, as 12 escolas de samba que desfilam no grupo principal do Rio irão participar do evento, será praticamente um #Carnaval em pleno agosto, e melhor ainda, para o mundo inteiro.

Publicidade
Publicidade

Já podemos imaginar que a abertura das Olimpíadas no Rio será bastante barulhenta, com direito a baterias, casais de mestre sala e porta bandeiras e muita gente sambando. Os ensaios ainda irão começar em julho, e não se sabe se terá samba-enredo ou algo semelhante.

O samba é muito normal para os brasileiros, que estão acostumados a ouvir desde pequenos nas ruas e praças, mas para os gringos é um ritmo novo e curioso. As batidas são muito rápidas e o som é muito barulhento e  envolvente, poder mostrar isso para os outros países é motivo de orgulho para os sambistas do Brasil. 

 O hino nacional é lindo quando todos os brasileiros se juntam para cantar, e quando uma bela voz, a qual conhecemos muito bem começa, a cantar, fica mais emocionante. De acordo o jornal Extra, o cantor #Caetano Veloso foi convidado para representar o Brasil no show de abertura e cantar o hino nacional com a sua voz única e serena.

Publicidade

A bandeira do Brasil será hasteada no estádio durante a apresentação do cantor.

 O Rio de Janeiro sediará entre os dias 5 e 21 de agosto a 31ª edição dos Jogos Olímpicos, o show de abertura será no Maracanã. Os shows de Olimpíadas anteriores como as de Londres e Pequim foram muito elogiadas.  Será que o Brasil vai fazer feio na apresentação do evento? Comente e dê sua opinião sobre como será a reação do mundo ao saber mais sobre a nossa cultura?  #Rio2016