Tendo como exemplo o grande desmanche sofrido pelo elenco em 2015, o #Corinthians não vai deixar os contratos dos atletas irem até o fim ou faltar poucos meses para o final do seu vínculo. Também está decidido que a diretoria alvinegra não vai mais contratar jogadores com baixos percentuais de direitos. Finalmente o Corinthians aprendeu a lição e está renovando contratos e contratando novos atletas com maior autonomia que nos vínculos mais antigos.

Um deles é o meia Marquinhos Gabriel, por exemplo. O Corinthians conseguiu negociar com o Al Nassr-ARA e adquiriu cerca de 70% dos seus direitos econômicos por R$ 10,5 milhões, o contrato assinado é válido por 4 anos.

Publicidade
Publicidade

O restante dos direitos do atleta (30%), ficará com o clube da Arábia. Com muita luta e esforço, o Corinthians conseguiu outras aquisições importantes e é majoritário em alguns contratos, trata-se dos meias Giovanni Augusto, onde o Timão tem 60% dos seus direitos e o criticado Guilherme com 100%. Do zagueiro Balbuena, o Timão tem 100%. Já o atacante André, tem 80% dos seus direitos nas mãos do Corinthians. Portanto, já o caso de Marlone é diferente, o clube de Parque São Jorge tem apenas 50% dos direitos econômicos do atleta.

No parágrafo acima deu pra notar que a diretoria corintiana mudou e está com um panorama completamente diferente se referindo ao ano passado, onde alguns jogadores deixaram o Timão de mãos abanando sem poder fazer nada. O atacante Malcom, por exemplo, deixou o Timão na virada do ano, o clube tinha apenas 30% dos seus direitos econômicos, igualmente ao valor que o Corinthians recebeu da venda do meia Jádson, negociado para o #Futebol Chinês, já Renato Augusto tinha 50% dos seus direitos ligados ao alvinegro.

Publicidade

O que pesou nas negociações dos meias Renato Augusto e Jádson foi o fato de que o Corinthians tinha contratos curtos com os atletas. Neste ano, Tite não deve ter muita dor de cabeça com seu jogadores, já que a direção Corintiana renovou os contratos de Guilherme Arana, Bruno Henrique, Yago, Felipe, Lucca e Rodriguinho. #China