O FC Porto comunicou à CMVM a primeira grande contratação do clube para a próxima temporada: o talentoso Layún, que jogou emprestado pelo clube português na presente temporada. Tal como garante o site “Maisfutebol”, o Porto anunciou a contratação depois de ter conseguido chegar a um acordo com o Watford, clube inglês que era detentor dos direitos do jogador. Apesar de ainda não se saber ao certo dos valores do negócio, a verdade é que, a uma determinada altura, Layún estava sendo seguido pelo Real Madrid, que acabou sendo batido pelo clube português.

Apesar de ter prometido uma enorme revolução no plantel para a próxima temporada, a primeira grande decisão de Pinto da Costa foi manter uma das maiores surpresas do FC Porto: Layún.

Publicidade
Publicidade

Se na grande maioria dos casos os jogadores do Porto foram acusados de não terem qualidade suficiente para serem jogadores do clube, a verdade é que Layún sempre foi um dos que demonstrou mais determinação e eficácia.

Por isso mesmo, e mesmo antes da chegada de Nuno Espírito Santo para o lugar de José Peseiro como técnico do time português, a direção portista decidiu avançar para a contratação do mexicano de 27 anos, garantindo no comunicado à CMVM que ele é “um jogador à FC Porto”, ou seja, representa toda a garra e espírito vencedor desse clube histórico que é o Porto, mas que nos últimos anos não tem conseguido vencer nenhuma prova.

Nas redes sociais, os portistas garantem estar deliciados pela forma como o seu clube conseguiu bater o Real Madrid e garantir aquele que é um dos zagueiros com maior potencial no futebol europeu.

Publicidade

Com muita rapidez e técnica, Layún rapidamente conseguiu conquistar o coração dos portistas com as suas jogadas, exatamente o oposto do que aconteceu com os seus colegas, que durante o último ano foram assobiados e criticados pela torcida. Com a primeira grande decisão para atacar a Liga portuguesa na próxima temporada, o FC Porto espera contratar ainda mais jogadores de classe mundial, para conseguir, de uma vez por todas, terminar com esse jejum de títulos que dura há mais de três anos. #Negócios #Futebol Internacional #PaixãoPorFutebol