O #Atlético Mineiro conseguiu se classificar a próxima fase da Copa Bridgestone Libertadores da América. A partida prometia ser bastante disputada e dura para ambas as equipes, principalmente tendo em mente o jogo duro que as equipes fizeram na primeira partida realizada semana passada na Argentina. O Racing não facilitou e mostrou suas armas em campo, chegando com perigo principalmente quando acionava Lisandro López e Oscar Romero. Mas o Atlético MG vem sendo uma das equipes brasileiras com o melhor desempenho nos últimos anos jogando como mandante e hoje não foi diferente. O time escalado por Diego Aguirre precisava de uma vitória simples para se classificar, mesmo que de apenas um gol de diferença.

Publicidade
Publicidade

E o gol aconteceu logo na primeira etapa quando o atacante Carlos desviou uma bola cruzada pra área e abriu o placar. Um gol importantíssimo não apenas para a partida em si, mas também para o restante da temporada do atacante do Atlético, que já vinha sofrendo com algumas lesões consecutivas.

O Racing como todas as equipes Argentinas na #Copa Libertadores, acabou se mostrando um adversário complicado e empatou o jogo no primeiro tempo com um gol de Lisandro López em cobrança de pênalti. A primeira partida entre as equipes teve o resultado de 0x0 e o resultado de momento no estádio Independência estava eliminando o Atlético da competição. Com o apoio da sua torcida o time da capital mineira foi ao ataque na segunda etapa em busca do gol da classificação e assim causando total suspense no estádio.

Publicidade

Suspense causado não apenas pelas chances perdidas pelo time mineiro, mas também pelos oportunidades criadas pelo Racing no contra ataque. O Atlético Mineiro precisava naquele momento de apenas um gol para se classificar e o fez com uma das suas maiores estrelas, o atacante Lucas Pratto. Com o resultado de 2x1 e a classificação na mão, o treinador Diego Aguirre colocou em campo o volante Eduardo na tentativa de complicar ainda mais as ações ofensivas do Racing. Mas quem teve mais uma grande chance na partida foi a equipe da casa, o árbitro marcou pênalti quando a bola atingiu a mão de um dos jogadores do Racing dentro da área. Lucas Pratto que tem um ótimo aproveitamento em cobranças de penalidades, acabou desperdiçando dessa vez. A partida terminou com o resultado de Atlético MG 2x1 Racing e o clube mineiro de classificou a próxima fase da competição e vai enfrentar o São Paulo pelas quartas de final da Copa Bridgestone Libertadores da América.

Melhores momentos de Atlético MG 2x1 Racing

E você torcedor, confiante para a partida contra o São Paulo? O que espera desse confronto? Deixe sua opinião nos comentários. #PaixãoPorFutebol