Aos 19 anos de idade, a americana Simone Biles fará a sua primeira aparição em uma Olimpíada, e existe uma grande expectativa em sua participação, uma vez que a atleta possui uma carreira impressionante.

A primeira aparição internacional de Simone só ocorreu em 2013, e desde então, já conseguiu um feito histórico. A atleta tornou-se a primeira ginasta do mundo a ganhar três mundiais consecutivos, somando um total de 14 medalhas conquistadas em apenas três campeonatos. Destas 14 medalhas conquistadas, 10 foram de ouro, o que a tornou atleta mais condecorada dos Estados Unidos em mundiais.

Início de carreira

Simone nasceu em 14 de março de 1997 em Columbus, no estado de Ohio, e aos seis anos de idade, participou de uma viagem organizada por uma creche até o centro de treinamento Bannon's Gymnastix, localizado em Houston, Texas.

Publicidade
Publicidade

Enquanto estava no local, a menina começou a observar os ginastas que estavam treinando, e passou a tentar copiar seus movimentos. Um dos treinadores presentes na academia percebeu imediatamente seu potencial e alertou seus colegas, que enviaram uma carta aos pais de Simone, solicitando que deixassem a garota participar de aulas recreativas.

Progressão

Uma vez iniciado o treinamento, Simone progrediu rapidamente, e passou a ter preferência por três exercícios: solo, trave de equilíbrio e salto. Logo em seu primeiro campeonato mundial, realizado em 2013, na Bélgica, a atleta já atraiu a atenção mundial pelo seu desempenho ao ganhar quatro medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e uma de bronze.

Em 2014, Simone sofreu uma lesão no ombro. Realizou os tratamentos necessários e se recuperou, ganhando o campeonato mundial realizado naquele mesmo ano em Nanning, China, acumulando na competição quatro medalhas de ouro e uma de prata.

Publicidade

Em sua participação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, Simone deseja conquistar a simpatia dos brasileiros. Durante a execução da ginástica de solo, quando a atleta executa seus movimentos ao som de uma canção, Simone pretende usar a música do filme de animação “Rio”, incluindo até alguns passos de samba. “A reação do público desempenha um papel muito importante. Isso nos dá um impulso de adrenalina, especialmente quando as pessoas começam a gritar e bater palmas no ritmo da música. Isso realmente nos ajuda a seguir em frente”, declarou. #Rio2016