Depois de empatar com o Botafogo em 1 a 1, o técnico Oswaldo de Oliveira avalia o time e dispara que o que faltou foi confiança. Na analise, ainda disse ter percebido um relaxamento da equipe e que tiveram sorte por garantir um ponto.

Tendo jogado na Ilha do Retiro, ou seja, em casa, o Sport não conseguiu nada além de um pequeno empate contra o carioca Botafogo. A partida, que não saiu do 1 a 1, fez com que o Leão pernambucano conquistasse o primeiro ponto na Série A do Brasileirão. Essa falta de bons resultados, que já tem desagradado à torcida, começa a incomodar também o comandante Oswaldo de Oliveira. Já são cinco jogos sem uma vitória, o ultimo placar positivo do clube foi no embate contra o Salgueiro, por 1 a 0, no dia 21 de abril.

Publicidade
Publicidade

O jogo era a semifinal do Campeonato Pernambucano. Desde então, em cinco jogos, tudo o que o time conseguiu foi dois empates e três derrotas. Em meio a esses resultados, o técnico não titubeia e diz que é a falta de confiança que tem feito com que o time não alcance os resultados desejados.

Em entrevista, o técnico detalhou sua leitura sobre a situação. Para Oswaldo, o que tem acontecido é que a insegurança da equipe tem interferido de forma direta nos resultados. Durante os primeiros 20 minutos de jogo, a equipe se comporta de acordo com o que foi combinado nos treinos, porém, quando o jogo começa a apresentar aquilo que não fora previsto em treino, ela se desestabiliza. O técnico disse que já viu isso ocorrer em muitas outras equipes. Para o comandante, o que ocorreu foi que a equipe relaxou quando fez o gol, o comportamento foi como se já tivesse cumprido com o dever.

Publicidade

Porém, depois que sofreu o empate, desestabilizou-se e não teve confiança para retomar a partida.

Desde quando começou ser comandado por Oswaldo de Oliveira, o clube não viu nenhuma vitória. Para piorar essa ilustração, que já revela o baixo rendimento do grupo, o primeiro gol do Sport sob o comando de Oswaldo Oliveira só veio no jogo de ontem contra o Botafogo.

Na mesma entrevista, Oswaldo diz que o time não conseguiu executar as triangulações, e que teve que contar com a sorte para não sofrer o segundo gol, visto que o Botafogo criou boas oportunidades. Crê que o time num curto momento retomou o crescimento e até poderia ter feito outro gol.

A confiança só virá quando o time voltar a ter um bom desempenho, assim entende Oswaldo de Oliveira, que concluiu a entrevista dizendo que existe um grande incômodo pelo fato do Leão não estar evoluindo. Para o técnico, que se mantém preso a expectativa e otimismo, o resultado, ainda que demorado, virá. Ao menos é com esse intuito que tem-se trabalhado, concluiu o técnico. #Futebol