O  GrupoTurner Broadcasting System, ou simplesmente Turner, é dono de vários canais de TV nos Estados Unidos,  como TNT, WB, CNN, TCM, entre outros. No Brasil  é proprietária do canal Esporte Interativo, desde 2013. No início do ano a empresa tentou negociar com os principais clubes brasileiros para a transmissão do Brasileirão de 2019. Dos grandes, conseguiu convencer apenas o Internacional e o Santos. Os outros resolveram manter seus contratos com a Globo, que por temer uma debandada para o grupo norte-americano, pagou muito mais pela renovação dos contratos do que pretendia inicialmente. 

Agora surge a informação por meio da  colunista Cristina Padiglione de que o Grupo Turner estaria interessado em pagar R$ 210 milhões para a transmissão da Copa do Brasil de 2018.

Publicidade
Publicidade

Isso significa nada mais, nada menos, do que sete vezes mais do que a Globo está pagando pelos direitos exclusivos de transmissão da competição. Os valores seriam referentes à transmissão de partidas em canal fechado.

Diferentemente do que ocorreu nas tratativas para a transmissão do Brasileirão 2019, neste caso não há necessidade de negociar com nenhum clube. As negociações são feitas diretamente com a CBF. Diante disso, resta saber se a Globo tem condições financeiras de entrar num novo leilão com o Turner, ou se simplesmente abriria mão de transmitir a #Copa do Brasil na temporada de 2019.

Embora seja uma competição diferente, embora não passe pela aceitação dos clubes, talvez o Grupo Turner esbarre nos mesmos problemas que o impediram de fechar contrato com um maior número de clubes para o Brasileirão 2019, ou seja, a falta de uma estrutura em âmbito nacional que lhe possibilite transmitir partidas de equipes de norte a sul do País.

Publicidade

Esta é uma vantagem inquestionável da Globo com relação a qualquer outro concorrente e por mais recursos financeiros que o Grupo Turner possua, essa estrutura não se constrói de uma hora para outra. O Turner vai ter que convencer a CBF que pode transmitir a Copa do Brasil sem prejuízo para os clubes e torcedores, no que diz respeito à visibilidade das partidas. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol