#Cristiano Ronaldo, graças às intensas negociações entre o seu empresário Jorge Mendes e o PSG, chegou a um acordo surpreendente, que confirma que o seu próximo clube vai ser o clube francês. Tal como informa o site da “Globo”, o jogador português, caso tencione sair imediatamente do Real Madrid, vai poder contar com um contrato estratosférico no time parisiense que, por causa da ambição do seu dono bilionário, pretende substituir imediatamente Ibrahimovic pelo craque português. Caso não queria sair já do Real Madrid, Cristiano Ronaldo quando terminar o seu contrato, em 2018, rumará ao PSG graças ao acordo agora assinado.

Depois de muitos rumores em que garantiam que Cristiano Ronaldo iria preferir voltar ao Manchester United ou então aproveitar o dinheiro da Liga norte-americana, a verdade é que Cristiano Ronaldo quer continuar jogando no mais alto nível na Europa, aproveitando o forte investimento do PSG, que tem como principal objetivo de se tornar o time mais poderoso da Europa, para conseguir um aumento considerável do seu salário, mantendo também a ambição por mais títulos na sua já brilhante carreira.

Por isso mesmo, e graças ao trabalho do seu empresário Jorge Mendes, Cristiano Ronaldo já tem as condições para anunciar que o PSG é provavelmente o clube escolhido para terminar a sua carreira.

Publicidade
Publicidade

Tal como informa o site da “Globo”, o negócio pode já se fazer dentro de dois meses, após a Eurocopa que termina em julho, caso Ronaldo assim o pretenda. Se tal não acontecer no imediato, Ronaldo pode então cumprir com o seu contrato até ao fim, sabendo que em 2018 tem o clube parisiense aguardando pela sua chegada.

Na verdade, não se sabe ao certo se Cristiano Ronaldo vai aproveitar esse acordo assinado com o PSG no imediato, mas várias notícias recentes garantem que ele já está sondando várias pessoas com o objetivo de conseguir vender a sua casa em Madri. Além disso, o plantel e o seu relacionamento com Florentino Pérez não são propriamente do gosto do craque português, que nos últimos meses demonstrou várias vezes que havia muitas coisas no Real Madrid que o deixavam muito descontente por jogar na Espanha.

Publicidade

#Negócios #PaixãoPorFutebol