Marc Leishman, golfista australiano, revelou que não vai participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016. O motivo é o vírus Zika que tem afetado muita gente no Brasil, especialmente mulheres e seus bebês.

O 35º melhor jogador de golf do mundo quase perdeu sua mulher devido a uma doença infeciosa, tendo agora receio em ser afetado pelo vírus Zika que anda pelo Brasil, local onde vão ser disputados os jogos.

Audrey, esposa de Marc Leishman, de 32 anos, ainda não tem seu sistema imunológico totalmente recuperado, depois de ter sido vítima da síndrome de choque tóxico em abril. Desse modo, o risco de transmissão do vírus é alto e não é recomendável ir para o Brasil numa altura como essa, explica o golfista em declarações publicadas na federação australiana e citadas pelo site Sapo Desporto.

Publicidade
Publicidade

Leishman teria oportunidade de representar seu país nos Jogos Olímpicos que estão aí, batendo à porta, mas foi forçado a tomar uma decisão que lamenta, refere a BBC News. A mesma fonte cita Kitty Chiller, chefe da equipe australiana, que afirma o seguinte: “Nós compreendemos que a família vem sempre em primeiro lugar e respeitamos a decisão de Marc Leishman não jogar no Rio”.

Recorde-se que Leishman não é o único jogador de golfe abdicando dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro por receio do vírus Zika. Vijay Singh, número 1 do mundo, natural das ilhas Fidji, também afirmou sua preocupação pelo vírus como uma das razões para não participar nos Jogos. A outra tem a ver com a sua agenda sobrelotada.

Depois do golfe ter ficado ausente do programa olímpico por mais de um século, a modalidade regressa agora nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016, que contará com os 60 melhores atletas.

Publicidade

Todo o cuidado é pouco e a verdade é que todo o mundo está se preocupando muito com a propagação do vírus Zika, que tem vindo a prejudicar algumas participações no Rio 2016. O Comitê Olímpico da Coreia do Sul, por exemplo, já tomou medidas. Os seus atletas irão usar equipamentos de manga comprida e repelente para prevenir o vírus. #Rio2016