Infelizmente, o mundo da Fórmula 1 perde, a cada dia, mais um ícone das pistas. Michael Schumacher segue em estado crítico desde que sofreu um acidente nos Alpes Franceses, em dezembro de 2013. Desde então, o atleta ficou internado durante meses, em coma induzido, até o retorno para a casa.

Apesar de Schumacher ter voltado para os cuidados da família, muito pouco se sabe sobre seu estado de saúde. Nada foi divulgado à imprensa ou aos fãs do piloto de Fórmula 1. Ninguém sabe se ele voltou a se comunicar, a andar. Todo o #Tratamento de Michael é feito a sete chaves.

Recentemente, o site de noticias Newseveryday.com publicou uma declaração, informando que o estado piloto é tão grave que só um milagre poderia salvá-lo.

Publicidade
Publicidade

Michael foi sete vezes campeão nas pistas e fez muitas pessoas delirarem de emoção com suas manobras. Sem dúvidas, esse multicampeão faz muita falta para o esporte.

Sabine Kehm, porta-voz de Michael Schumacher, chegou a declarar que já não há mais nada a ser feito pelo atleta e que todos deveriam aceitar o estado de Schumacher e ter esperança de que um dia ele poderá retomar sua vida. Essa declaração polêmica de Sabine alimentou ainda mais os rumores de que Michael continuaria em coma, mesmo tendo retornado para sua casa.

Além dos fãs de Schumacher que gostariam de ter notícias do atleta, outras personalidades do esporte e amigos do aleta também se dizem chateados e insatisfeitos com todo o suspense criado em cima do estado de saúde de Michael. O ex-piloto Nick Lauda declarou que gostaria de ter notícias do amigo, ao invés de aguardar que algo seja veiculado na mídia.

Publicidade

Lauda contou que entende o desejo da família de guardar para si as informações sobre a saúde de Michael, mas muitos fãs e amigos também gostariam de saber o que está acontecendo.

O piloto estava de férias com a família quando se acidentou em uma descida nos Alpes franceses. Michael precisou ser levado de helicóptero, mas, desde aquele momento, já se encontrava em coma. Logo sem seguida, vieram as cirurgias para tentar reverter o quadro de múltiplas lesões na cabeça. Desde então, os médicos envolvidos nas operações afirmaram que o estado de saúde do piloto era gravíssimo. Agora, mesmo não querendo se identificar, o médico neurocirurgião que acompanha a situação de Michael Schumacher afirma que só um milagre poderá salvá-lo. #Famosos #É Manchete!