Entregue, porém inacabado: essa é a realidade do estádio Engenhão, um dos que receberá os Jogos Olímpicos do Rio 2016. O Estádio Olímpico Nilton Santos, mais conhecido como Engenhão, está desde 2013 em processo de repetitivas obras de melhoria após a estrutura apresentar defeitos. Agora, prestes a receber modalidades das Olimpíadas, ainda não está 100%, mesmo assim foi entregue pela prefeitura do Rio de Janeiro para o Comitê Olímpico.

O estádio foi projetado para ser um dos ícones dos Jogos Pan-Americanos de 2007, realizado no Brasil, mas não correspondeu como se esperava. Poucos anos depois o estádio, que chegou a ser a casa do clube de #Futebol Botafogo através de uma licitação, apresentou graves falhas na sua estrutura.

Publicidade
Publicidade

A maior necessidade, segundo apontado em laudos da época, era de reforço na cobertura. Nesta sexta-feira (13), contudo, o estádio foi simbolicamente entregue para os Jogos Olímpicos, mesmo diferente do que fora projetado pelo Comitê Olímpico, conforme declarou o prefeito do Rio, Eduardo Paes, na cerimônia de entrega.

Com a reforma o estádio ganhou uma nova pista de atletismo, pintura, reforço na estrutura, aparelhos de ar-condicionado, melhorias na acessibilidade, entre outras, o total gasto com a reforma desde 2013 já ultrapassou R$ 100 milhões, sendo mais R$ 52 milhões gastos somente para os Jogos Olímpicos. Como evento-teste para os jogos, o estádio receberá neste final de semana o campeonato Ibero-Americano de Atletismo, que deve contar com um público máximo de três mil pessoas. No próximo final de semana outro evento-teste será realizado no local, desta vez focando as Paralimpíadas.

Publicidade

Durante as Olimpíadas o estádio receberá além do atletismo mais oito partidas de futebol masculino e feminino. Apesar de ter sido entregue, o estádio seguirá com obras internas até agosto, quando iniciam os Jogos Rio 2016. Durante a cerimônia de entrega o prefeito do Rio assegurou que não há motivo para se preocupar com a estrutura que apresentava falhas. "O problema foi resolvido", garantiu. #Rio2016