O #Palmeiras apresentou, nesta segunda-feira, 23, o lateral-esquerdo Fabrício, ex-jogador de clubes como Portuguesa, Internacional e, mais recentemente, Cruzeiro. Ele estava no clube de Belo Horizonte e agora chega na Academia de Futebol para disputar posição com o atual titular Egídio. No entanto, como bem lembrou em sua coletiva, o jogador se colocou à disposição para atuar como volante ou meia - posições que também exerceu em Minas Gerais.

Durante a coletiva de apresentação, Fabrício foi perguntado pelos jornalistas presentes sobre o polêmico episódio quando ainda defendia o Inter. No dia 1° de abril de 2015, em uma partida entre Inter e Ypiranga, pelo Gauchão, no Beira-Rio, o jogador surtou após ser vaiado pela torcida, arrancou a camisa do clube e saiu fazendo gestos ofensivos para o público.

Publicidade
Publicidade

Nos dias seguintes, acabou desligado do elenco pela diretoria colorada.

"Aquilo que aconteceu no Internacional jamais poderia acontecer. Foi coisa de 10 segundos. Eu peço desculpas até hoje. Já pedi desculpas para quem tinha que pedir e me arrependo do que aconteceu. Mas até hoje tenho carinho com a atual diretoria do Inter e com os jogadores do clube, isso mostra a minha personalidade", destacou o jogador.

Após o episódio, Fabrício em pouco tempo se transferiu para o Cruzeiro, clube em que defendeu entre 2015 e o início desse ano. Ele garante que a própria ida para o Cruzeiro mostra que aquele episódio não reflete a sua personalidade.

"Aconteceu aquilo (o surto) e três dias depois eu fui contratado pelo Cruzeiro, isso mostra que quem me conhece sabe que eu não sou aquilo que aconteceu".

Publicidade

Ligação de Cuca

Durante a conversa com a imprensa, Fabrício revelou uma conversa que teve com o atual treinador do Palmeiras, Cuca, que o convenceu a se transferir para o alviverde. Cuca tem utilizado Egídio na função de lateral-esquerdo.

"O Cuca me ligou e me perguntou se eu tinha o interesse de jogar no Palmeiras. Eu disse que dependendo da situação, sim. Saio do Cruzeiro que é um grande clube e venho para o Palmeiras, que é outro grande. Nasci em São Paulo e sempre quis jogar aqui", disse o lateral. #Futebol