Com 13 pódios - seis medalhas de ouro, quatro de prata e três de bronze -, o Brasil encerrou com brilhantismo a etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística, que foi realizada neste final de semana, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A maior atração do evento, o campeão olímpico nas argolas, Arthur Zanetti, não decepcionou o público, presente em grande número ao ginásio. Com 15.800 pontos, ele se tornou campeão dessa etapa da Copa, realizando a mesma série de movimentos preparados para os Jogos Olímpicos. Os demais competidores ficaram bem distantes de Zanetti: o argentino Federico Molinari, vice-campeão, conseguiu apenas 15.050 pontos.

Publicidade
Publicidade

Neste ano, o ginasta brasileiro tem mantido uma sequência excelente de resultados, sem variações bruscas nas pontuações e sempre acima de 15.800. O adversário mais perigoso para Zanetti nas Olimpíadas, o grego Petrounias, não competiu na etapa de São Paulo, mas já conseguiu atingir 15.900 pontos durante a fase classificatória do evento-teste para a Rio 2016, perdendo para o brasileiro na final.

Com dois brasileiros na disputa, a final da barra fixa masculina empolgou a plateia. Com exercícios de alta complexidade, Sérgio Sasaki faturou a medalha de ouro, atingindo 15.250 pontos. O outro ginasta do Brasil, Arthur Nory, não foi feliz e caiu feio no piso do ginásio, quase fora da área de proteção acolchoada. Mesmo assim, o atual quarto colocado do Campeonato Mundial, chegou ao 5º lugar, com 14.200 pontos.

Publicidade

Em outra prova, do salto, com mais sorte e excelente desempenho, Nory faturou o ouro, com Sasaki na segunda colocação.

Entre as mulheres, destaque absoluto para Daniele Hypolito, medalha de ouro em três aparelhos: salto, trave e solo. Ovacionada pelo público, aos 31 anos de idade, ela até admitiu repensar a anunciada "aposentadoria" da ginástica, após os Jogos Olímpicos do Rio. Embora muitos atletas de ponta - principalmente europeus - não tenham participado da Copa do Mundo, as três medalhas de ouro deram novo ânimo para a brasileira.  #Rio2016