A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro deu início a uma operação surpresa juntamente com o Ministério do Trabalho e Emprego e juntos acabaram embargando parte da obra onde está sendo construída uma torre de televisão no Parque Olímpico.

E esta não foi a única obra interditada, há várias outras, como a escavação que vem sendo feita na "Vila dos Atletas" e em outros pontos do Parque Olímpico. Mais de trinta empresas estão sendo fiscalizadas e muitas irregularidades sendo descobertas.

Funcionários sem vínculo empregatício ficaram entre os maiores problemas encontrados, além de trabalhadores com horários pré-marcados, chamou a atenção também a falta de segurança juntamente com as péssimas condições de trabalho.

Publicidade
Publicidade

Os Jogos Olímpicos movimentam uma fortuna, entretanto, os trabalhadores que preparam os locais para a realização do evento estão passando por sérias dificuldades e nenhum investimento vem sendo feito neste sentido.

Quem está fiscalizando as obras na Vila dos Atletas é a Fundação Geo-Rio, que informou que já solicitou que a construtora responsável pelo serviço obedeça imediatamente as queixas feitas pelo Ministério do Trabalho. Dois locais onde estão sendo feitas escavações chegaram a ser isolados e agora depende de uma reunião para saber se já foram tomadas as providências necessárias para que os trabalhadores tenham segurança ao trabalharem nesta obra.

Houve interdição também na construção da torre de TV, porque foi detectado vários problemas, como a falta de proteção para os funcionários, o que estava colocando em risco a vida destes trabalhadores.

Publicidade

De acordo com o Ministério do Trabalho, quando há um embargo, a obra pode ser totalmente parada ou apenas de forma parcial. E quando há uma interdição então é feita a paralisação total ou parcial do estabelecimento juntamente com as máquinas e setor de serviço.

A Rio 2016 informou que as exigências já foram atendidas e será solicitado o desembargo para que as obras possam continuar e assim não haja atraso na entrega. #Jogos #Rio2016