O nadador Bruno Fratus é a grande esperança de medalha do Brasil na natação durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, que começa em agosto. Após a surpreendente não classificação de Cesar Cielo, maior nadador brasileiro de todos os tempos (detentor de três medalhas olímpicas), para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, agora, toda a torcida brasileira deve se concentrar mesmo em Fratus, que vive o melhor momento de sua carreira.

Para se ter uma maior noção do ótimo momento de Bruno Fratus, ele não perde uma competição de natação disputada no Brasil desde 2014. Em relação ao cenário internacional, o nadador brasileiro vem se destacando a cada nova competição, conquistando, inclusive, a inédita medalha de ouro em uma das etapas do Mundial de Natação realizado no ano passado, dentre outros pódios.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista dada recentemente a um portal de esportes no país, Fratus disse que tem a plena convicção de que a sua grande chance de conquistar a tão sonhada medalha de ouro olímpica é agora, durante as Olimpíadas do Rio. Ele garantiu que vai se doar ao máximo, pois, se trata da competição de sua vida.

O nadador completará 27 anos no próximo mês de junho e vai para a disputa dos 50 metros nados livres em seu melhor momento físico e mental, o que aumenta, ainda mais, as expectativas dos torcedores brasileiros para conferir o bom desempenho de Bruno Fratus nas piscinas do Rio de Janeiro em agosto.

Além de Fratus, o outro nadador brasileiro que vai para a disputa dos 50m livres na Rio 2016 é Ítalo Manzine, que eliminou Cielo na disputa final do Troféu Maria Lenk, disputado em abril, e, consequentemente, garantiu vaga para as Olimpíadas.

Publicidade

Após a conquista da vaga olímpica, Manzine afirmou ser fã de Cesar Cielo e também um admirador de Fratus, e creditou aos dois colegas de piscinas o bom desempenho que o levou para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Bruno Fratus e Ítalo Manzine se preparam intensamente para a disputa no Rio e podem manter a tradição brasileira de conquistas de medalhas olímpicas na natação. Além do já citado Cesar Cielo, outros também grandes nadadores brasileiros já tiveram a honra de colocar medalha olímpica sobre o peito. Dentre eles: Gustavo Borges, Fernando Scherer, Edvaldo “Bala” Valério e Thiago Pereira. #Rio2016