Os dirigentes responsáveis pela #Futebol olímpico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foram surpreendidos com a notícia de que os ingleses do Chelsea não aceitaram liberar o meia Willian para a disputa dos Jogos Rio 2016. Com 27 anos, o jogador seria um dos convocados acima da idade limite (23 anos) para a competição, funcionando como peça-chave no esquema tático planejado pelo técnico Dunga para buscar a primeira medalha de ouro da história do futebol olímpico do Brasil.

Integrante do grupo que disputou a Copa do Mundo de 2014, Willian foi lembrado pelo técnico em todas as convocações realizadas sob o comando de Dunga.

Publicidade
Publicidade

A expectativa dos brasileiros era de que o meia participasse tanto dos #Jogos Rio 2016 como da Copa América, a ser disputada em junho. Considerado o principal jogador do clube inglês, Willian manifestou interesse em defender as cores do Brasil nas duas competições, mas sua ausência prejudicaria sensivelmente o início de temporada do Chelsea (na Europa, o ciclo de competições se inicia no segundo semestre).

A CBF pretende tentar novamente a liberação do jogador, que se juntaria a Neymar no grupo dos três jogadores acima da idade olímpica (especula-se que o zagueiro Miranda completaria a trinca). No caso do craque do Barcelona, após uma série de negociações, ficou decidido que Neymar participará exclusivamente dos Jogos Rio 2016. A seleção olímpica contará com um total de 18 jogadores, dos quais 15 devem ter, no máximo, 23 anos.

Publicidade

A torcida é grande para que o Brasil consiga finalmente a tão sonhada medalha de ouro, último título de grande expressão que falta ao futebol brasileiro. Incluindo os Jogos Olímpicos de 1984, quando conquistou a medalha de prata com um grupo formado basicamente por jogadores do Internacional de Porto Alegre, o Brasil participou de três finais (em 1988 foi derrotado pela União Soviética em Seul e nos últimos Jogos, em Londres, a seleção do México conquistou o ouro). Além disso, duas medalhas de bronze, conquistadas em 1996 e 2008, completam o quadro de medalhas obtidas pelo futebol masculino na história dos Jogos Olímpicos. #Rio2016