Faltam 71 dias para os Jogos Olímpicos Rio 2016 e, para receber um evento que conta com participantes de todo o mundo, disputando diferentes modalidades esportivas, é preciso muito fôlego e preparo.

Em um ensaio geral de quase dois anos, 44 competições esportivas foram usadas como testes nas instalações, para o maior evento esportivo do mundo. Um trabalho nada simples, cada detalhe teve que funcionar perfeitamente, muitas vezes, em meio às pressões de uma competição de verdade, com atletas internacionais em ação.

A sincronia dos voluntários foi um show à parte, seja no placar na contagem de pontos, apresentação de dança, som e muitas outras funções que eles fizeram, deixando os eventos um verdadeiro sucesso.

Publicidade
Publicidade

As opiniões dos atletas ajudaram o comitê organizador a avaliar a qualidade das pistas e arenas. A pista de salto já está com o piso muito bom, já está pronta para realizar qualquer competição.

Os eventos também serviram para os atletas avaliarem o próprio treinamento. Foi o caso de Aline Silva, ela enfrentou sua principal rival no teste da luta olímpica. Aline relatou que esse evento-teste foi uma excelente oportunidade para ela, já que as melhores atletas mundiais estavam presentes.

Também teve muito brasileiro já sentindo o gosto da medalha olímpica. Um exemplo foi a levantadora de peso, Maria Luzineide (atleta paraolímpica). Ela subiu no lugar mais alto do pódio, do halterofilismo paraolímpico. A atleta comentou que cumpriu a sua missão, e que todo o sacrifício foi compensado pela medalha de ouro.

Publicidade

Os órgãos de segurança também testaram os esquemas operacionais. Incluindo a Força Nacional, responsável pela vigilância no interior dos locais de competição.

Além das arenas e instalações esportivas, os eventos-teste também colocaram à prova os pontos turísticos do Rio de Janeiro. É que muitas modalidades que são realizadas ao ar livre terão como cenário os cartões-postais da cidade maravilhosa. É o caso, por exemplo, da Lagoa Rodrigo de Freitas muito utilizada pelos cariocas no dia a dia, para praticar exercícios e relaxar, aproveitando a vista. A lagoa recebeu os eventos do remo e da canoagem, já dando início a um feito histórico, já que os jogos do Rio 2016 terão a estréia da canoagem paraolímpica. No caso da canoagem, o evento teste foi fundamental para identificar, com antecedência, uma possível complicação no ambiente natural da Lagoa Rodrigo de Freitas.

A expectativa agora é de que as possíveis falhas tenham sido corrigidas e de que tudo esteja perfeito para a maior celebração do esporte mundial. #Rio2016 #Resenha Esportiva