O UFC 198, disputado na noite deste sábado (14), na Arena da Baixada, em Curitiba, contou com grandes nomes brasileiros das artes marciais mistas, como Mauricio Shogun, Vitor Belfort, Ronaldo Jacaré e Fabrício Werdum, e terminou já na madrugada de domingo. Para quem foi dormir antes de as lutas terminarem, confira todos os resultados do #UFC 198.

O Card principal teve cinco lutas: quatro masculinas e uma feminina. Em todos os combates havia brasileiro no octógono. A Arena da Baixada recebeu um público de 45 mil pessoas.

Barberena x Warlley

Na primeira luta do card principal, o norte-americano Bryan Barberena venceu o brasileiro Warlley Alves por decisão unânime dos jurados.

Publicidade
Publicidade

Shogun x Corey

 O brasileiro Maurício Shogun Rua venceu sua segunda luta seguida no UFC. A vitória sobre o norte-americano Corey Anderson pela categoria meio-pesado foi conquistada por decisão dividida dos juízes.

Luta feminina

A brasileira Cris Cyborg enfrentou a norte-americana Leslie Smith em uma luta de peso combinado (63,5 kg). Cyborg precisou de pouco mais de um minuto (1’21) para nocautear a adversária e vencer o combate.

Ronaldo Jacaré x Vitor Belfort

Em um dos confrontos mais aguardados do Ultimate nos últimos anos, Ronaldo Jacaré e Vitor Belfort se enfrentaram pela categoria dos médios e a luta acabou no primeiro round. Jacaré venceu Belfort por nocaute técnico.

Após a luta, Jacaré afirmou que merece lutar pelo título e que, se isso acontecer, vencerá o atual dono do cinturão Luke Rockhold.

Publicidade

Werdum x Miocic

O brasileiro Frabrício Werdum era dono do cinturão na categoria pesados. Era. Em sua primeira defesa de cinturão, foi nocauteado pelo croata naturalizado norte-americano Stipe Miocic ainda no primeiro round.

Após a luta, em entrevista ao programa “Sensei Sportv”, Werdum afirmou que merece a revanche contra Miocic.

Card preliminar

Os destaques do card preliminar foram as vitórias de Demian Maia sobre o norte-americano Matt Brown, com um mata-leão, e o nocaute de Rogério Minotouro no norte-americano Patrick Cummins.