Os Jogos Olímpicos Rio 2016 já estão prestes a começar. A cidade do Rio de Janeiro já se encontram praticamente pronta para receber as delegações que vêm de todos os lugares do mundo. Recentemente, a tocha olímpica foi acesa na Grécia e passada de mão em mão para que pudesse chegar até o Brasil. 10 brasileiros tiveram a feliz oportunidade de segurá-la inicialmente. Veja quem são os primeiros dez brasileiros a carregar esse símbolo esportivo mundial. Detalhe: a primeira pessoa brasileira a carregar a tocha é uma mulher, a atleta Fabiana Claudino.

A chama olímpica irá cruzar as cinco regiões do Brasil. Quando chegou ao país, na terça-feira (3), a presidente Dilma Rousseff acendeu a chama da tocha e entregou nas mãos de Fabiana Claudino, atual capitã da seleção brasileira de voleibol e bicampeã olímpica, (2008 e 2012).

Publicidade
Publicidade

Artur Ávila Cordeiro de Melo

Foi a segunda pessoa a ter a honra de segurar o maior símbolo dos jogos olímpicos. Ele é pesquisador da América Latina e do Brasil e recebeu a medalha Fields, (considerada um Nobel da Matemática).

Gabriel Medina

Recentemente um dos maiores esportistas do Brasil, campeão mundial de surf em 2014. Sendo o primeiro brasileiro a conquistar tal título, ele foi escolhido para carregar a chama olímpica. Gabriel começou a praticar esportes ainda em sua adolescência.

Hanan Khaled Daqqah HananCom apenas 12 anos de idade, a menina é síria e veio morar no Brasil com a sua família para fugir da guerra civil de seu país.

Adriana Araújo

É do boxe e é a única mulher brasileira a conseguir conquistar um título nessa modalidade esportiva.

Ângelo Assunção

Ele é especialista em solo e salto.

Publicidade

Atualmente Ângelo é uma das esperanças do Brasil para ganhar uma medalha.

Paula Pequeno

Ela foi um dos maiores destaques dos Jogos Olímpicos Pequim 2008. Paula também é bicampeã olímpica no vôlei.

Aurilene Vieira de Brito

Destaque como professora e administradora de escola, ela transformou a escola onde trabalha, no Piauí, em uma das melhores do país em termos de qualidade.

Vanderlei Cordeiro de Lima

Ele possui atualmente 46 anos e é um dos maiores ídolos olímpico do Brasil. Corredor, destacou-se na maratona de Atenas, em 2004. #Rio2016