Carrillo não tem quaisquer tipos de dúvidas quanto ao seu futuro: quer ficar no Benfica. Tal como garante o jornal “Correio da Manhã”, o jovem peruano anunciou, aos seus amigos mais chegados que, apesar da hipótese de rumar para o Atlético de Madrid, quer se manter em Lisboa e provar todo o seu enorme potencial no Campeonato português. Quanto aos sportinguistas, Carrillo é claro e deixa uma ameaça: não tem medo algum do que pode acontecer entre ele e os possíveis sócios do Sporting, que cruzariam com ele na rua.

Foram meses muito difíceis para a carreira de uma jovem promessa, depois de Carrillo, desde o passado mês de outubro, ter sido “encostado” pela direção do Sporting por se recusar a assinar o contrato de renovação.

Publicidade
Publicidade

Ao preferir sair do clube a custo zero, devido ao fim do seu contrato, Carrillo ficou sem jogador durante uma temporada esportiva. Contudo, e em forma de vingança, Carrillo escolheu o maior rival do Sporting, o Benfica, para prosseguir a sua carreira, criando um clima de medo na vida do peruano.

Porém, e com a possibilidade de poder fugir a esse inferno que seria Lisboa, Carrillo já terá recusado a opção de se mudar imediatamente para o Atlético de Madrid, garantindo que quer continuar em Portugal contra todas as expectativas. Como informa o jornal “Correio da Manhã”, o peruano já se encontra passando férias no seu país natal, esperando para se apresentar no Benfica no início de julho, com a vontade de se tornar titular o mais rapidamente possível.

Assim, e depois da venda de Gaitán e possivelmente de Talisca, o Benfica poderá contar com um atacante de grande qualidade para a próxima temporada, e com muita vontade de se vingar do Sporting e dos sportinguistas, que fizeram de tudo para tornar um pesadelo um dos anos mais importantes no seu crescimento profissional, mas também pessoal.

Publicidade

Em forma de desabafo, depois de ter estado durante tantos meses calado, Carrillo deu o seu primeiro “grito” enquanto jogador do Benfica deixou uma garantia bem clara para os próximos meses: não teme nada nem ninguém. #Negócios #Futebol Internacional #PaixãoPorFutebol