Pelo terceiro ano seguido, a Argentina chega a uma decisão de um importante torneio. Em 2014, perdeu a Copa do Mundo para a Alemanha. Ano passado perdeu a final da #Copa América nos pênaltis para o Chile. Agora, os hermanos reencontram os chilenos na final da Copa América do Centenário. O último título de uma competição oficial conquistada pela Argentina foi na Copa América de 1993 (Equador), após vencer o México por 2 a 1. Neste período de 23 anos sem conquistas, a seleção alviceleste perdeu duas edições do torneio para o Brasil, em 2004 e 2007. Também ficou com o vice da Copa das Confederações de 2005, vencida pela Seleção Brasileira. Caso o troféu venha para a seleção comandada pelo técnico Gerardo Martino, servirá como um alento para compensar as outras oportunidades desperdiçadas, onde sempre a equipe era apontada como uma das principais favoritas.

Publicidade
Publicidade

Um dos principais trunfos para os nossos vizinhos acabarem com o tabu de títulos é Lionel Messi. O camisa 10 já marcou cinco gols nesta edição do torneio, tornando-se o maior goleador da história de sua seleção com 55 gols, superando o antigo detentor do recorde, o ex-atacante Gabriel Batistuta, que marcou 54 gols. Mas, outros jogadores também vem se destacando, como Di Maria, Higuaín e Mascherano. A campanha até chegar a decisão foi com 100% de aproveitamento, vencendo o próprio adversário da final que se aproxima, confira; 2 a 1 no Chile, 5 a 0 no Panamá, 3 a 0 na Bolívia, 4 a 1 na Venezuela e 4 a 0 nos Estados Unidos. Já o caminho percorrido pela seleção chilena contou com vitórias de 2 a 1 diante da Bolívia, 4 a 2 no Panamá, 7 a 0 no México e 2 a 0 na Colômbia.

Copa América do Centenário

A Copa América Centenário é um campeonato extra organizado pela Confederação Sul-americana de #Futebol (Conmebol) nos Estados Unidos para marcar os 100 anos da realização da primeira edição do torneio.

Publicidade

A final entre Argentina e Chile está marcada para o próximo domingo, às 21h (horário de Brasília), em Nova Jersey, nos Estados Unidos. #Futebol Internacional