A Seleção Argentina se classificou para as quartas de final da #Copa América. Isolada na liderança do grupo D, a equipe do técnico Gerardo Martiniano não esboçou dificuldades para vencer o Panamá.

Com três gols, o jogador #Lionel Messi, mesmo voltando de contusão, foi o destaque da partida. 

Resumo da partida:

A equipe argentina honrou o seu favoritismo e começou o jogo com tudo, não deixando a seleção panamenha jogar. E logo aos 6 minutos abriu o placar com bela cabeçada do zagueiro Otamendi.

Com gol no início, imaginava-se que seria construído um placar elástico e rápido, porém o Panamá reagiu e fez o goleiro Romero trabalhar algumas vezes.

Publicidade
Publicidade

Porém, o jogador panamenho Godoy recebeu o segundo amarelo ainda no segundo tempo e acabou sendo expulso.

Aos 15 minutos do segundo tempo, a estrela do #Futebol, Messi, entrou em campo ainda recuperando-se de lesão, mas conseguiu uma bela atuação marcando 3 gols para a equipe argentina. Não satisfeito com o Hat-trick, ainda iniciou a jogada do quinto e último gol da seleção argentina, marcado por Sérgio Agüero, aos 44 minutos do segundo tempo, garantindo a goleada e a classificação do time de Tata Martino para as quartas de final da Copa América Centenário.

Exatamente 53.885 pessoas assistiram ao espetáculo argentino no Soldier Field, em Chicago. Na estreia da seleção na copa, a expectativa por Messi em campo levou mais de 69 mil pessoas a Santa Clara, na Califórnia. O próximo confronto, terça-feira, será contra a Bolívia, partida que servirá apenas de "treino", pois o time já está na próxima fase.

Publicidade

Espera-se outro grande público, afinal, não é sempre que o dono de cinco Bolas de Ouro faz uma visita aos Estados Unidos.

Veja também! Com Gol heroico, França vence na estreia da Eurocopa!

Ficha do jogo

Local: Estádio Soldier, em Chicago (Estados Unidos)

Gols: Otamendi, Messi (3) e Agüero.

Horário: 20h (de Brasília)

Público: 53.885

Argentina: Sergio Romero, Gabriel Mercado, Nicolás Otamendi, Ramiro Funes Mori e Marcos Rojo; Augusto Fernández, Javier Mascherano, Éver Banega e Ángel di María; Lionel Messi e Gonzalo Higuaín

Técnico: Gerardo Martino

Panamá: Jaime Penedo, Luis Henríquez, Roderick Miller, Felipe Baloy e Adolfo Machado; Aníbal Godoy, Valentín Pimentel, Armando Cooper e Gabriel Gómez; Alberto Quintero e Blas Pérez

Técnico: Hernán Darío Gómez

Cartões amarelos: Augusto Fernández, Mascherano e Gaitán (Argentina); Baloy, Luis Henríquez, Cooper e Blas Pérez (Panamá).

Cartão vermelho: Aníbal Godoy (Panamá)