Após um início irregular na #Copa América, a Seleção Chilena voltou a apresentar um bom #Futebol. Em jogo válido pelas quartas-de-final da competição, os chilenos golearam o México pelo placar de 7 a 0.

Com a vitória sobre os mexicanos, o Chile garantiu vaga para as semifinais da Copa América e enfrentará a Colômbia. A outra semifinal será disputada por Estados Unidos e Argentina, que, mais cedo, venceu a Venezuela por 4 a 1.

As fracas atuações do Chile na primeira fase da Copa América fizeram com os comandados de Juan Antônio Pizzi não fossem considerados favoritos para a partida contra o México. No entanto, o que vimos hoje foi um domínio total da Seleção Chilena sobre a Seleção Mexicana, comandada pelo ex-técnico do São Paulo Juan Carlos Osório.

Publicidade
Publicidade

O Jogo

O Chile começou o jogo pressionando o México e conseguiu marcar o seu primeiro gol, logo aos 15 minutos do primeiro tempo. Alexis Sanchez recebeu lançamento e tocou para Diaz, que chutou forte em direção ao gol. O goleiro Ochoa espalmou e, no rebote, Puch abriu o placar da partida.

Os chilenos poderiam ter ampliado o placar logo após marcarem o primeiro gol, mas desperdiçaram muitas oportunidades. O segundo gol da equipe saiu apenas aos 43 minutos do primeiro tempo. Beausejour tocou para Sanchez, que driblou o marcador e rolou para Vargas mandar para a rede na saída de Ochoa.

Na intervalo, Juan Carlos Osório fez duas substituições: Carlos Peña e Raul Jimenez entraram no lugar de Dueñas e Lozano. Entretanto, as alterações promovidas por Osório não surtiram efeito, pois, na etapa complementar, os chilenos atropelaram os mexicanos.

Publicidade

Logo aos 4 minutos do segundo tempo, após indecisão do zagueiro Herreira na saída de bola, Vidal foi lançado e tocou para Sanchez marcar o terceiro gol. Três minutos depois Alexis Sanchez lançou Eduardo Vargas, que arrancou livremente e tocou na saída de Ochoa. Vargas voltou a balançar as redes ao 12 minutos. O atacante chileno aproveitou um rebote e estufou as redes pela terceira vez na partida.

Abalado com os cinco gols sofridos, o México tentou chegar ao ataque, mas sem muita efetividade. Irritada com a atuação dos jogadores, a torcida mexicana, que estava em maioria absoluta no Lewis Stadium, atirou objetos no gramado. O árbitro brasileiro, Heber Roberto Lopes, pediu que o atacante mexicano Chicharito Hernandez fosse falar com a torcida para que não jogasse objetos em campo.

Aos 28 minutos da etapa complementar, as coisas ficaram ainda piores para os mexicanos. Vidal tentou marcar o sexto gol chileno duas vezes, mas foi Vargas quem conseguiu empurrar a bola para o fundo da rede, marcando o seu quarto gol na partida.

O sétimo gol do jogo saiu aos 42 minutos do segundo tempo. Autor do primeiro gol da partida, Puch fechou a goleada histórica sobre os mexicanos após um chute que encobriu o goleiro Ochoa. #Futebol Internacional