O #Corinthians já inicia essa semana de forma acelerada. Após ser cogitada a volta do meio campista Jadson, que está infeliz na China, e do atacante Dentinho, que está em fim de contrato com o Shakhtar Donetsk, agora é a vez do atacante Nico López ser apontado como possível reforço do clube alvinegro, mas, em contrapartida, o Timão perdeu o goleiro Renan, já que decidiu não renovar seu vínculo.

O Internacional, de Porto Alegre, é o time mais forte na negociação que envolve Nico López, atacante do Nacional-URU. Mas, ultimamente, o clube porto-alegrense está recuando nas negociações, portanto, não desistiu e Carlos Pellegrini, vice de #Futebol do Inter, revelou que o Corinthians está à procura do atleta, por sua vez, a cúpula alvinegra nega o interesse.

Publicidade
Publicidade

Ao contrário do Corinthians, o Internacional não nega a vontade de ter o jogador, e Pellegrini revelou que já fez uma proposta de forma oficial, mas há um entrave na negociação, pois a Udinese, da Itália, é quem detém os direitos federativos do atacante e quer um atacante das divisões de base do time colorado.

Nico foi emprestado para o Nacional com um contrato válido por cerca de 18 meses, ou seja, 1 ano e meio. Giampaolo Pozzo é dono do clube italiano e afirma que o atacante só deixará a equipe por cerca de seis milhões de euros, equivalente a quase R$ 24 milhões, por 50% de seus direitos.

Não se sabe ao certo se Nico López vem ou não vem para o Corinthians, mas uma coisa já está certa, o clube de Parque São Jorge decidiu por não renovar o contrato do jovem goleiro Renan. O atleta chegou ao Corinthians em 2011, tirando cerca de R$ 5 milhões dos cofres alvinegros.

Publicidade

Apesar da alta investida, o Timão parecia confiante no negócio, mas sua boa atuação no Avaí não se repetiu no clube paulista e, de jovem promissor, passou a ser vilão após sofrer gols que eram de bolas defensáveis.

O goleiro atuou na meta corintiana de forma oficial por três vezes, assim, sofreu cinco gols escandalosos. Com um contrato válido por cinco temporadas, o atleta deu prejuízo de R$ 10 milhões ao clube alvinegro, pois recebia cerca de R$ 80 mil mensais, ou seja, se for fazer as contas, cada partida do atleta custou mais de R$ 3 milhões. #Sport Club Internacional