Nesta terça-feira (7), a Federação Italiana de Futebol anunciou quem será o substituto de Antônio Conte no comando da Seleção Italiana após a Eurocopa. O escolhido foi Giampiero Ventura, que deixou o Torino no final da última temporada. O treinador de 68 anos terá a missão de classificar a Squadra Azzurra para a próxima Copa do Mundo que será realizada em 2018, na Rússia.

Antônio Conte, que conquistou o título italiano por três vezes consecutivas comandando a Juventus, assumiu o cargo de treinador da Itália em 2014, após a equipe ter sido eliminada na primeira fase da Copa Mundo realizada, naquele ano, no Brasil.

Conte conduziu a Seleção Italiana à classificação para a Euro 2016, que será realizada na França, e terá o seu início na próxima sexta-feira (10).

Publicidade
Publicidade

Alguns meses atrás, o treinador anunciou que deixaria a Seleção Italiana para treinar o Chelsea.

Ainda sob o comando de Antônio Conte, a Itália estreia na Eurocopa contra a Bélgica na próxima segunda-feira (13), em Lyon. Os tetracampeões mundial fazem parte do Grupo E que conta também com Irlanda e Suécia.

Novo técnico

Giampiero Ventura tem um currículo modesto como técnico. Em 30 anos de carreira, o italiano teve passagens por Cagliari, Sampdoria, Udinese, Verona, Lecce e, recentemente, o Torino. O cargo de técnico da Seleção Italiana é o maior desafio da sua carreira. 

Para o lugar de Ventura, o Torino contratou o treinador sérvio Sinisa Mihaijlovic, que dirigiu o Milan na última temporada e foi demitido na metade do Campeonato Italiano.

Apesar de não ter conquistado nenhum título com o Torino, Ventura ajudou a conduzir a equipe da cidade de Turim novamente à primeira divisão do Campeonato Italiano na temporada 2011/12.

Publicidade

Além disso, o time comandado por Ventura conseguiu alguns feitos que há muito tempo não ocorriam: o Torino voltou a terminar o campeonato entre os dez primeiros colocados, algo que não acontecia desde os anos 80, e disputou novamente uma competição europeia (Liga Europa), além de quebrar tabus históricos contra Juventus e Inter de Milão, equipes que não vencia, respectivamente, há 20 e 21 anos. #Euro2016 #Futebol Internacional #Eurocopa 2016