O Fla-Flu do último domingo, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, entrou para a história da Arena das Dunas. Mesmo debaixo de uma forte chuva, 25.946 torcedores proporcionaram uma renda de R$ 2.214.850,00, a maior da história do estádio de Natal, capital do Rio Grande do Norte, um dos palcos da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil.

A marca anterior também pertencia ao Rubro-Negro. No Brasileirão de 2015, a vitória de 3 a 0 da equipe da Gávea sobre o Avaí gerou uma receita de R$ 1,6 milhão aos cofres do local.

Em entrevista concedida ao Globoesporte nesta segunda, Mauro Araújo, diretor-presidente da Arena das Dunas, não escondia a satisfação pela boa presença de público no clássico carioca, apesar das condições climáticas desfavoráveis.

Publicidade
Publicidade

"O público correspondeu às expectativas da gente. A Arena das Dunas teve um investimento muito alto para trazer um jogo desse calibre, mas as pessoas vieram, embora São Pedro tenha nos brindado com a chuva durante o dia, mas isso não deixou de abrilhantar a festa e para a gente foi muito positivo. Eu estou muito satisfeito. A gente conseguiu atingir o objetivo, que era trazer um grande espetáculo para cá", vibrou o dirigente, lembrando que pode trazer outros jogos para a cidade nordestina.

"Isso nos estimula a trazer jogos novamente, a buscar outros conteúdos que favoreçam e contemplem a população. Não vamos só restringir aos clubes locais, porque existe torcida de fora e a gente precisa ser democrático nesse aspecto, complementou.

Nas arquibancadas, a maioria esmagadora era do #Flamengo.

Publicidade

Dentro e campo, porém, o #Fluminense, com gols de William Arão (contra) e Richarlison, venceu o clássico por 2 a 1 (Guerrero descontou para a agremiação rubro-negra) e chegou aos 16 pontos, pulando do 13º para o nono lugar na classificação do Brasileirão.

A próxima atração confirmada da Arena das Dunas será na primeira semana de outubro. Pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o Brasil, com o seu novo técnico Tite, medirá forças contra a Bolívia. #PaixãoPorFutebol