Uma simples vitória de 1 a 0 sobre o Santa Cruz, com um golaço do meia Willian Arão, foi o suficiente para o Flamengo entrar para o G4 do Campeonato Brasileiro de Futebol. Jogando fora de casa, no estádio do Arruda em Pernambuco, o time do técnico interino Zé Ricardo, apesar de não ter apresentado um futebol consistente, resistiu às investidas do atacante Grafite do Santa Cruz e contou com o talento do meia Willian Arão, que acertou um belo chute de fora da área para dar a vitória ao time carioca. Com essa vitória, o técnico Zé Ricardo chega a 62% de aproveitamento à frente do time e apesar de não ter sua efetivação garantida, se mantêm tranquilo enquanto o Presidente Eduardo Bandeira de Mello ainda não tem uma decisão sobre o futuro do comando da equipe.

Publicidade
Publicidade

Enquanto isso, o Santa Cruz amargou mais uma derrota e tem apenas uma vitória nos últimos 7 jogos do #Campeonato Brasileiro. O time que já chegou à liderança, hoje ocupa a 14ª colocação, com 11 pontos e encara na próxima rodada o Corinthians, sábado às 21h, na Arena Corinthians.

Um detalhe curioso foi que o Santa Cruz tinha no banco de reservas à sua disposição, o lateral-direito Léo Moura, que aos 37 anos foi contratado em março para ajudar na campanha do time pernambucano na série A. 

O público total de pouco mais de 12 mil pessoas, viu os donos da casa criarem boas chances com o seu principal jogador. Grafite obrigou o goleiro rubro-negro Alex Muralha a realizar boas defesas e perdeu duas chances claras de gol. O Santa Cruz também falhou na marcação em cima dos meio-campistas do #Flamengo Alan Patrick e Willian Arão.

Publicidade

Foi onde após troca de passes desses dois que o Flamengo fez o único gol da partida, após um chute de Arão de fora da área.

O próximo jogo do Flamengo será o clássico contra o Fluminense, no domingo, no estádio Arena das Dunas, em Natal, às 16 horas (horário de Brasília). Para este jogo o Flamengo poderá contar com o atacante Guerrero, que estará de volta após a participação na seleção do Perú, na Copa América Centenária.