Além de chegar aos 13 pontos e não se distanciar da parte de cima da tabela de classificação do #Campeonato Brasileiro, o Fluminense encerrou um incômodo tabu ao derrotar, na noite de quinta, o Corinthians por 1 a 0, em jogo realizado no Mané Garrincha. Foi a primeira vez que o Tricolor obteve uma vitória no estádio de Brasília depois da reforma no local para a Copa do Mundo de 2014.

Até então, a equipe do Rio de Janeiro, que possui uma boa torcida naquela região do país, havia jogado outras cinco vezes, obtendo dois empates e três derrotas. Antes, o melhor resultado havia sido nas semifinais da Primeira Liga. No último dia 23 de março, garantiu a sua vaga na decisão do torneio, que viria a conquistar posteriormente, ao eliminar, nos pênaltis, o Internacional por 3 a 2, depois de um 2 a 2 no tempo regulamentar.

Publicidade
Publicidade

Se for levado em conta o histórico geral, o Flu não sabia o que era vencer no Mané Garrincha desde o dia 21 de setembro de 1999, quando, com gols de Paulo César e Arinélson, derrotou o Dom Pedro, equipe de bombeiros de Brasília, pelo placar de 2 a 0, em confronto da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro.

A capital do país, no entanto, também traz boas lembranças recentes para o #Fluminense. Em parida da segunda rodada do Brasileirão de 2005, o time, então comandado por Abel Braga e que, cerca de duas semanas antes, havia conquistado o Estadual do Rio, foi ao Serejão e não teve qualquer dificuldade para fazer 3 a 0 sobre o Brasiliense. Lino (falta), Tuta e Rodrigo Tiuí fizeram os gols do jogo.

Dois anos depois, ambos voltaram ao mesmo local para se enfrentar, dessa vez pelas semifinais da Copa do Brasil.

Publicidade

Como havia vencido por 4 a 2 no Rio, o Fluminense se classificaria até perdendo por um gol de diferença. No entanto, logo aos cinco minutos, Alan Delon abriu o placar em favor dos candangos. Mostrando tranquilidade, a equipe tricolor soube conter o ímpeto do adversário e, aos dois minutos da etapa final, depois de tabelar com Alex Dias, Arouca cruzou para Adriano Magrão, de cabeça, sacramentar a vaga para a decisão do torneio do qual a agremiação das Laranjeiras se sagraria vencedora duas semanas depois.

Em nono lugar, o Fluminense volta a campo pelo Brasileiro no próximo domingo. Às 16h (de Brasília), na Ilha do Retiro, no Recife, capital de Pernambuco, encara o Sport. #PaixãoPorFutebol