A jovem Lauren Hernandez, que fará 16 anos na próxima quinta-feira (9), já é uma das estrelas da ginástica artística americana, e participará, pela primeira vez, de uma Olimpíada, fazendo sua estreia no evento do Rio de Janeiro - assim como sua técnica, Maggie Haney.

No ano passado, apesar da pouca idade, Lauren, que também é conhecida como Laurie ou "Lolo", ganhou todas as competições all-around (modalidade em que a atleta soma pontos em todas as quatro provas ou aparelhos em que cada ginasta deve se apresentar: barras assimétricas, trave, solo e salto sobre a mesa) das quais participou, tanto nos Estados Unidos quanto internacionalmente.

Publicidade
Publicidade

Por ainda ter somente 15 anos em 2015, a garota não pôde competir contra atletas mais velhas, em provas que incorporam habilidades mais difíceis de execução.

Lauren tem 1,52m de altura e foi já apelidada de “emoji humano”, pelo fato se ser carismática e viver fazendo caretas. Além disso, adora unhas coloridas e sorvete. “Secretamente, sou uma criança de cinco anos”, afirma a ginasta, brincando.

Parceria

A técnica de Lauren, Maggie Haney, apesar de nunca ter treinado uma ginasta de elite, tem guiado a atleta desde muito cedo, treinando seis vezes por semana, passando por horas de condicionamento físico e conversando ou estimulando, mesmo quando as coisas dão certo ou errado durante as competições.

Lauren e Maggie têm uma ligação incomum no esporte, pois, no meio da ginástica artística, os melhores treinadores, muitas vezes, cuidam de vários atletas de elite ao mesmo tempo, ao passo que as duas partilham uma relação de exclusividade.

Publicidade

De fato, Lauren nunca competiu sem sua técnica ao seu lado.

"Ela é como se fosse minha primogênita", afirma Maggie, carinhosamente, acrescentando ainda que a ginasta possui habilidades que realmente a destacam: "Ela não é apenas um garota comum. Eu não digo isso somente porque estive com ela desde sempre".

Ao que tudo indica, competir aos 16 de idade em uma Olimpíada pode ser algo bom, pelo menos no que diz respeito à ginástica artística feminina. As últimas nove equipes que os Estados Unidos enviaram para Olimpíadas, por exemplo, incluíam pelo menos, uma garota que tinha esta idade ou menos, e entre as quatro americanas que ganharam uma medalha de ouro na modalidade all-around olímpica, três delas - Carly Patterson, Gabby Douglas e Mary Lou Retton – o fizeram aos 16 anos.

Assista a uma exibição de Laurie Hernandez no solo:

#Rio2016 #EUA