O que já era dado como certo há muito tempo nos bastidores da Fórmula 1 finalmente foi confirmado nesta quinta-feira (9), com uma conferência de imprensa em Montreal, palco do GP do Canadá. Diante de uma queda da popularidade, e do desafio de lidar com as novas mídias e o público jovem, a categoria fechou um acordo de #Patrocínio com a Heineken, cervejaria holandesa que já apoia a Liga dos Campeões da UEFA. O contrato tem validade até 2020 e incluirá a titulação de algumas corridas; placas publicitárias nos autódromos e ações envolvendo a F-1 e alertando para os riscos de misturar bebida e direção.

Pelo acordo, a Heineken será a cerveja oficial do Mundial – a ideia é não apenas encher os autódromos do verde característico da marca, mas criar promoções e eventos especiais que envolvam os fãs da velocidade.

Publicidade
Publicidade

Para isso, a marca escolheu como principais embaixadores o tricampeão mundial Jackie Stewart e o também escocês e ex-piloto David Coulthard.

“É muito mais do que corridas, estamos falando de um evento global que congrega 400 milhões de telespectadores por GP em todo o mundo. A F-1 representa uma oportunidade única para a Heineken chegar a consumidores atuais e potenciais em vários mercados. Gostamos de interagir com nosso público, como já fazemos na Liga dos Campeões, no Mundial de Rugby e ao apoiar os filmes da franquia de James Bond”, explica Gianluca di Tondo, diretor global de marca da Heineken.

Homem-forte do circo, o inglês Bernie Ecclestone celebrou a parceria, que, espera, terá vida ainda mais longa do que a definida no primeiro contrato. “Ambos temos paixão pela inovação e pelo entretenimento.

Publicidade

É uma marca mundial que se junta a uma competição mundial”. Ele lembrou que o slogan usado pela Heineken para pedir o consumo responsável da bebida “Se beber, nunca dirija” cai como uma luva no esforço feito pela própria F-1 para conscientizar motoristas. “Há alguns anos, criei uma campanha que é o “pense antes de dirigir”, frase que está sempre presente nos autódromos. Agora vamos unir esforços para que a mensagem seja ainda mais presente", destacou. #Automobilismo