O maior lutador de boxe de todos os tempos, o norte americano, Muhammad Ali - falecido na sexta-feira (3) em decorrência de doença degenerativa e sepultado ontem (9) - foi um grande influenciador de comportamentos entre os lutadores de MMA, sobretudo os que competem no Ultimate Fighting Championship (#UFC).

O UFC ostenta, hoje, o título de mais importante evento de artes marciais mistas do mundo. Sendo um verdadeiro sucesso de marketing, a organização está no sonho de qualquer lutador de MMA. Super exposição à mídia, fama e Bolsas elevadas são algumas das vantagens das quais desfrutam os seus atletas. Dentro da arena, mais conhecida como octógono, os lutadores travam lutas que encantam e cativam a platéia, provocam-se e promovem as lutas de várias formas.

Publicidade
Publicidade

Cada um dá o seu show.

Mas o que várias pessoas não sabem é que muitos dos comportamentos exibidos por esses lutadores não são originais e têm como pioneiro Muhammad Ali. Bastante habilidoso fisicamente dentro do ringue e criativo com as palavras, ele influenciou grandes nomes do UFC, tais como Anderson Silva, Jon Jones, José Aldo, Chael Sonnen, Conor Mcgregor, Dominick Cruz, Chuck Liddell, dentre outros. Todos eles já reproduziram alguma atitude típica de Ali.

A influência está na maneira de movimentar as pernas e braços, provocar o adversário, contra-atacar e promover as lutas bem antes do seu início para gerar grande expectativa no público. É por isso que ele é referência e inspiração para diversos lutadores.

Legado precioso

Além disso, o maior legado deixado por Ali, que foi tricampeão mundial de boxe, extrapolou o mundo das artes marciais.

Publicidade

Esse atleta foi um mensageiro da paz, da igualdade de direitos e da justiça social. Vítima do racismo norte americano, combateu com atitudes corajosas a segregação racial dos Estados Unidos.

Considerado um símbolo da luta contra a discriminação, Ali disse “não” à guerra do Vietnã (1959-1975) ao ser convocado à batalha, justificando que não tinha nenhuma “desavença” com os guerrilheiros comunistas vietcongues. Uma atitude ousada e corajosa, assim como ele sempre foi dentro e fora do ringue. #Curiosidades #EUA