Após bater o Santa Cruz por 3 a 1 e ver o Internacional perder para o Figueirense, o #Palmeiras se consolidou na liderança da edição do #Campeonato Brasileiro 2016. Nesta terça, o time do técnico Cuca tem outro compromisso pela 10ª rodada. No Allianz Parque, o Verdão encara o 'vice-lanterninha' América-MG em busca de mais três pontos. O técnico Cuca garantiu que vai se esforçar para deixar o mesmo time, mas não promete. 

O Palmeiras terá oito jogos no mês de junho. Depois de jogar contra o Santa Cruz, por exemplo, vai enfrentar o América três dias depois. A preparação física precisa ser bem apurada e o diálogo entre Cuca e os jogadores precisa ser constante.

Publicidade
Publicidade

Segundo o técnico, foi pedido para os atletas que revelassem se estão ou não 100%. 

Cuca revelou que Dudu não jogou em Curitiba contra o Coritiba justamente para precaução. O palmeirense estava com um edema e foi cortado pelo Departamento Médico. 

Liderança

Para se manter na liderança, o Palmeiras precisa vencer o vice-lanterna nesta terça-feira e torcer por uma vitória do Coritiba ou empate no duelo contra o Internacional no Couto Pereira. Corinthians e Grêmio vem logo atrás. 

No sábado, o Verdão viaja até Minas Gerais onde vai enfrentar o Cruzeiro. Se vencer os dois times mineiros na sequência, o time de Cuca alcançará 25 pontos. Dependendo de como ocorrer o placar dos rivais, o Verdão pode ficar pelo menos cinco pontos na frente do vice-líder. 

Gabriel Jesus

Nesta segunda-feira surgiram algumas novas informações sobre Gabriel Jesus.

Publicidade

O jogador recebeu proposta do Barcelona segundo o jornal 'Sport'. O Palmeiras e os empresários negaram R$ 73 milhões. Segundo notícias de bastidores, a diretoria palestrina não abre mão dos R$ 90 milhões pedidos inicialmente. 

Agora de tarde, surgiu algumas frases proferidas pelo atual palmeirense. Uma delas é que Jesus tem o Barcelona como 'um sonho' na carreira e que ele que decidirá necessariamente sobre seu futuro. Gabriel deve defender a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio e, na sequência, deixar o #Futebol brasileiro.