Sim, realmente tratava-se de um jogo equilibrado, tanto no placar quanto na mobilidade dos times em campo. E foi aos 12 minutos do segundo tempo que ocorreu um lance que viria a contribuir para acabar com esse equilíbrio e fazer com que o Coritiba conquistasse a vitória. Trata-se da expulsão de Matheus Ferraz, que veio seis minutos após Diego Souza ter empatado o jogo em 2 a 2. Essa situação foi preponderante para o clube paranaense fazer o terceiro gol e encerrar a partida com o 3 a 2 que lhe rendeu os 3 pontos. Ao menos é assim que pensa o técnico Oswaldo de Oliveira.

Em entrevista, o comandante não teve receio e falou abertamente que o Leão pernambucano entrou preparado no jogo, tanto que os dois gols que foram vistos, foram com jogadas criadas.

Publicidade
Publicidade

Oswaldo relata que os treinos têm sido  focais na criação de chances para a equipe, mas, infelizmente, o time se distraiu e perdeu em alguns momentos a concentração, devido à expulsão sofrida.

O técnico ainda prosseguiu atacando o time adversário. Para Oswaldo de Oliveira, não houve momentos de perigo para o Sport. Diz que não viu o Coritiba trazendo riscos para a equipe pernambucana, e foi somente após a expulsão que o Coxa começou a desenvolver um bom trabalho ofensivo.

Quanto à falha do Sport, o técnico reconheceu que o primeiro gol do Coritiba, feito após a cobrança de escanteio, tratava-se mesmo de um erro da equipe. Segundo ele, o gol de escanteio ainda não havia ocorrido, logo, foi uma falha e deverá ser corrigida. Mas, de forma insistente, Oswaldo voltou a dizer que a derrota foi mesmo derivada da expulsão, visto que, até então, o Coritiba não havia exercido domínio sobre o jogo.

Publicidade

O jogo até voltou a ficar igual em número de atletas em campo, porém, isso só veio ocorrer no final do segundo tempo, aos 39 minutos. Nessa etapa, o Sport já não tinha poder de reação. Ainda que o técnico queira justificar a derrota na expulsão, fato é que o sistema defensivo do time se mostrou insuficiente no jogo de ontem e em outros jogos. Com 12 gols tomados nessa temporada da Série A, a equipe do Sport já se caracteriza como uma das piores defesas do Campeonato Brasileiro, ficando à frente apenas do Coritiba, que já sofreu 13 gols. #Futebol