Schelotto, um dos principais jogadores do Sporting, não teve problemas em falar os "podres" sobre os vários desentendimentos que teve com Jorge Jesus. Durante uma entrevista ao site ”Maisfutebol”, o jogador italiano garantiu que fora dos jogos, Jesus é um homem encantador, contudo, e no calor do momento, trabalhar com o técnico português pode ser um autêntico pesadelo. Desde gritos a puxões, é bastante visível durante as partidas o que Jesus pode fazer aos seus jogadores, caso eles não estejam realizando um bom jogo.

Conhecido por ser um técnico muito comunicativo e explosivo, sobretudo durante os jogos mais intensos, Jorge Jesus é considerado um dos treinadores mundiais com mais conhecimento tático, porém, devido ao seu comportamento, nem sempre os jogadores ficam com uma boa imagem de Jesus, como acontece com Schelotto, uma das grandes revelações do campeonato português.

"Não vou esconder que tivemos alguns desencontros em campo, mas é normal, tendo em conta a adrenalina do jogo", garantiu o jogador italiano durante uma longa entrevista ao site “Maisfutebol”, na qual fala pela primeira vez sobre temporada que realizou pelo Sporting, quando o clube português acabou por não conseguir vencer nada, mesmo depois de um grande investimento inicial.

Publicidade
Publicidade

Mas será que esse pesadelo, que por vezes se torna a relação de Jesus com os seus jogadores, é suficiente para Schelotto pensar na sua saída?

Segundo o jogador, que foi uma das últimas contratações do Sporting, a temporada em termos pessoais foi um sucesso e que bastam agora resolver alguns pormenores para poder assinar um contrato de longa duração pelo clube português. Sem vencerem o título de campeão português há mais de 14 anos, o Sporting já inicia assim a preparação para a próxima temporada, sendo que o seu Presidente, Bruno de Carvalho, já prometeu aos seus sócios que o título é o único objetivo para a direção do time, bem como para o seu treinador, que já pediu uma série de reforços para conseguir cumprir com as exigências da próxima temporada. #Negócios #Futebol Internacional #PaixãoPorFutebol