Depois de sua edição inicial nesse ano em caráter amistoso, a Primeira Liga entrou em acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e, a partir de 2017, fará parte do calendário oficial do esporte nacional. Diante disso, o próximo passo será entrar em acordo com uma emissora de televisão para que os jogos do torneio sejam exibidos, algo que, até o presente momento, não aconteceu.

"Até agora, não tem nada (contrato com TV). Não adianta brigar por algo que não existe. Ou mesmo se iludir", declarou Sandro Pallaoro, presidente da Chapecoense, em entrevista concedida à ESPN Brasil nesta segunda.

Na última semana, os dirigentes dos clubes integrantes da Liga se reuniram e discordaram quanto à divisão de cotas de transmissão.

Publicidade
Publicidade

Alguns não concordam em haver um parcelamento igual. Para Pallaoro, existem agremiações que só pensam nelas e espera uma solução no novo encontro, previsto para acontecer em duas semanas.

"Muitos clubes pensam somente neles, é um negócio difícil. Acham que apenas eles existem, que são grandes e enormes. Se não colocarmos o #Futebol antes, não vai melhorar nunca. Daqui a 15 dias, devemos nos reunir de novo e sentar um pouquinho para ver se nos entendemos", complementou.

No início da atual temporada, presidentes de América-MG, Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Flamengo, Fluminense, Atlético-PR, Coritiba, Paraná, Chapecoense, Joinville, Criciúma, Avaí e Figueirense buscando alternativas para melhorar os seus caixas, resolveram formar a Primeira Liga, mas encontraram resistência de o torneio ser aceito por parte de algumas federações, principalmente a do Rio de Janeiro.

Publicidade

Aos poucos, no entanto, a competição foi ganhando espaço.

Em 2016, 12 equipes, divididas em três grupos de quatro, disputaram o título. Após uma fase de classificação e outra semifinal, Fluminense e Atlético-PR se credenciaram para a decisão. No último dia 20 de abril, diante de quase 30 mil pessoas no Mário Helênio, em Juiz de Fora, zona da mata de Minas Gerais, o Tricolor, com um gol de Marcos Júnior na segunda etapa, derrotou o Furacão por 1 a 0 e levou a taça para as Laranjeiras.  #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol