O meia venezuelano Luis Manoel Seijas fez ontem contra o Flamengo sua primeira partida oficial como jogador do Internacional na derrota do Colorado por 1 a 0 para o rubro-negro, pelo Brasileirão.

Seijas é a contratação mais cara do Internacional para o Brasileirão 2016. O jogador que fez sucesso no Santa Fé da Colômbia tem contrato com o Inter por três temporadas. 

Quando da contratação do venezuelano, os dirigentes colorados buscavam um jogador que tivesse a capacidade de substituir Andrés D'Alessandro, emprestado para o River Plate da Argentina até o final do ano.

Com a saída do argentino, o meio campo do Internacional ficou carente no seu setor de criação, principalmente porque Anderson ainda não conseguiu mostrar um futebol que justificasse o alto investimento feito quando veio do Manchester United para Porto Alegre.

Publicidade
Publicidade

Além disto, a segunda opção, que seria Alex, está vivendo uma má fase técnica e não consegue reeditar seus melhores dias. 

Em função desta carência de armadores, o Inter foi às compras e numa negociação demorada, porque teve que esperar o Seijas terminar sua participação na Libertadores pelo Independiente Santa Fé da Colômbia, trouxe o venezuelano. O problema é que todos no Beira-Rio imaginam que Luis Manoel Seijas seja um armador, mas na verdade ele é volante, e assim atuava na Colômbia e inclusive na Seleção da Venezuela. 

Então para deixar mais claro, inclusive ao torcedor colorado, pode-se dizer que Seijas está mais para Charles Aránguiz, um volante moderno que marca bem e até chega na frente para concluir, do que para D'Alessandro, um armador que organiza o jogo no meio campo e coloca seus companheiros na "cara do gol." Em razão disso, é justo concluir que alguém no Internacional cometeu um erro de avaliação quando contratou o venezuelano para que este atuasse no setor de armação da equipe. 

Se de fato o ex-meia do Santa Fé joga apenas como volante e não tem nenhum cacoete de armador, embora seja diferenciado nesta função, o Colorado terá mais um jogador para uma das posições onde tem mais candidatos, inclusive Rodrigo Dourado, que foi convocado para a Seleção Olímpica e é considerado um dos expoentes técnicos da equipe.  #Resenha Esportiva #Sport Club Internacional #Campeonato Brasileiro