Já é sabido por todos que Tite deixou o Corinthians para assumir a seleção brasileira, tal decisão colocou a diretoria do clube paulista no mercado à procura de um novo comandante. Em meio às especulações vários nomes tem sido citados, e um desses é o do técnico Oswaldo de Oliveira.

O atual comandante do Leão pernambucano não somente foi citado como uma opção como tem se mostrado muito querido pela diretoria do Corinthians. O treinador que se mantinha em silêncio sobre esse assunto, ontem no final do jogo em que o Sport se viu derrotado pelo Santos por 2 a 0, Oswaldo em entrevista falou sobre o fato de estar sendo cogitado para ser o novo técnico do Corinthians.

Publicidade
Publicidade

De forma constrangida e sem conforto nas palavras, Oswaldo respondeu os questionamentos sobre a sua ida para a capital paulista. Sem delongar a resposta o técnico disse que nada chegou a ele e que por essa razão não poderia falar nada, "tudo não passa de suposições". Lembrou que ele é técnico do Sport e que estava focado em reverter a derrota contra o Santos. Incisivo, categorizou: "é nisso que estou focado!".

Mesmo negando o interesse do Corinthians, é de conhecimento de todos que Oswaldo de Oliveira nutre um carinho especial pelo gigante paulista. Foi lá que ele começou a sua carreira como técnico. Para quem não lembra o ano era 1999 e Oswaldo assumia o Timão substituindo Vanderlei Luxemburgo.

O técnico não fez questão alguma de negar o carinho que sente pelo Corinthians, na entrevista chegou a falar que por vezes pode ser visto ele declarando a admiração que tem pelo clube paulista, lembra que foi esse clube quem o fez e o maturou como técnico.

Publicidade

Agradeceu a menção de seu nome como uma opção e ressaltou que tem muito respeito pela nação corintiana.

O que leva a crer que Oswaldo poderia sim ter recebido uma oferta do timão, e uma oferta que possivelmente seria aceita, se dá devido a atual conjuntura do técnico e do clube a qual ele defende hoje. Com dois meses no Sport, Oswaldo ainda não conseguiu desenvolver um bom trabalho. Já se foram dez jogos, dos quais apenas um acabou com vitória para o time pernambucano, os demais se tratam de seis derrotas e três empates. Os reforços que o treinador tem cobrado, e que foram prometidos, não vieram.

Até o momento, a diretoria do clube só trouxe um goleiro - diga-se de passagem que trata-se de um goleiro reserva - que é o Agenor e a outra contratação foi o atacante Edmilson. Dessa forma, conclui-se que ficará muito complicado manter o técnico caso ele venha a receber uma oferta do grande Corinthians. #Futebol