No último meio de semana, houve a disputada da quinta rodada do Campeonato Brasileiro e o que chamou mais a atenção, tanto do público quanto dos profissionais de imprensa, foi a repetição do 1 a 0. Dos dez jogos realizados, seis tiveram vencedores com a diferença mínima.

Os artilheiros só estiveram inspirados em duas partidas. A primeira aconteceu na noite de quarta. O Coritiba, que não atuou no Couto Pereira porque o estádio recebia, na ocasião, grama de inverno, acabou sendo surpreendido pela Chapecoense e deixou a Vila Capanema com uma derrota de 4 a 3. Pelo mesmo placar, o Palmeiras, na quinta, derrubou, no Pacaembu, a invencibilidade do Grêmio.

Publicidade
Publicidade

Diante do tropeço do rival, o Inter assumiu, momentaneamente, a liderança da competição ao vencer, no Gigante da Beira-Rio, o Atlético-PR com um gol solitário de Vitinho. O 1 a 0 também aconteceu no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. De cabeça, Felipe Vizeu garantiu o triunfo do Flamengo sobre o Vitória-BA.

Nos dois clássicos estaduais, outra vez, o placar mínimo se repetiu. Na Arena de Itaquera, o Corinthians atingiu a terceira vitória consecutiva no Brasileirão. A vítima da vez foi o Santos. Giovanni Augusto foi o herói dos comandados do técnico Tite. Já no Arruda, o Santa Cruz era franco favorito e contava com a boa fase de Grafitte para derrotar o "arqui-inimigo" Sport, mas Edmilson marcou para o Rubro-Negro, que, além de conseguir os três pontos pela primeira vez no certame, proporcionou o fim da invencibilidade da equipe coral.

Publicidade

No Mané Garrincha, em Brasília, o Cruzeiro, que também não havia vencido até então, acabou com o jejum sobre o Botafogo. Élber quebrou o jejum da Raposa. O "festival" de 1 a 0 se encerrou no Orlando Scarpelli, com o Figueirense, de Rafael Moura, sobre o São Paulo.

O empate de 1 a 1 entre Atlético-MG e Fluminense na quarta, além da derrota de 2 a 1 do América-MG para a Ponte Preta, na quinta, ambos ocorridos no Independência, em Belo Horizonte, completaram mais uma sequência de partidas daquele que é considerado o mais equilibrado torneio nacional de futebol de clubes do mundo #Futebol #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol